Sobreiro Assobiador da região dá título europeu a Portugal

0
141
visualizações

Eleita Árvore Europeia do Ano 2018. Sobreiro de Águas de Moura recolheu 26.606 votos, mais de quatro mil em relação à segundo classificado

- Pub -

Mais um título europeu para Portugal que veio “à boleia” da região. O Sobreiro Assobiador de Águas de Moura, também conhecido como Sobreiro Casamenteiro, foi o vencedor do concurso “European Tree of the Year 2018” – Árvore Europeia do Ano.

O resultado foi esta quarta-feira “revelado em Bruxelas na presença de 200 participantes”, anunciou a União da Floresta Mediterrânica (UNAC), salientando os números da votação final. “O Sobreiro Assobiador de Águas de Moura, Portugal, ganhou com 26.606 votos, seguido pelos Ulmeiros ancestrais de Cabeza Buey (22.332 votos) e pelo Ancião das Florestas de Belgorod (21.884 votos).”

Nuno Calado, secretário-geral da UNAC, recebeu o original troféu de madeira que transita todos os anos de vencedor. “Estamos extremamente felizes em trazer reconhecimento a Portugal, através do concurso ‘European Tree of the Year’. Este sobreiro representa uma enorme contribuição para a biodiversidade e os serviços dos ecossistemas, a luta contra as alterações climáticas, além da contribuição para a economia portuguesa”, afirmou o responsável.

“O futuro dos sobreiros e dos Montados depende dos produtores agroflorestais, da escolha do consumidor por vinhos com rolhas de cortiça e de políticas públicas que possam promover elevados níveis de biodiversidade e actividades económicas sustentáveis”, acrescentou.

A concurso estiveram 13 árvores. Cerca de 200 mil votos foram emitidos durante o período de votação.

A cerimónia de entrega de prémios foi organizada pelo eurodeputado Pavel POC, vice-presidente da Comissão de Meio Ambiente, Saúde Pública e Segurança Alimentar no Parlamento Europeu e apoiante de longa data da iniciativa “European Tree of the Year”. A cerimónia foi moderada por Natalie Pauwels e Ladislav Miko, membros da Comissão Europeia, e contou com a presença especial de Daniel Calleja Crespo, director geral do Meio Ambiente, e Janez Potočnik, ex-Comissário Europeu para o Meio Ambiente.

O Assobiador deve o nome ao som originado pelas inúmeras aves que pousam nos seus ramos. Plantado em 1783, este sobreiro já foi descortiçado mais de 20 vezes. Está classificado como “Árvore de Interesse Público” desde 1988.

Comentários

- Pub -