Pescador de 62 anos morre após cair à água no rio Sado

260
visualizações

Homem de 62 anos caiu quando tentava entrar para o barco, na zona da Curva do Pardal, entre a Comporta e Alcácer do Sal. As botas encheram de água e impediram-no de vir ao de cima

- Pub -

Um homem de 62 anos morreu este domingo (18) ao final da tarde após ter caído na água quando estava a entrar num barco de pesca no rio Sado, no distrito de Setúbal, disse à agência Lusa fonte da protecção civil.

O incidente ocorreu numa zona do rio Sado conhecida como Curva do Pardal, entre Comporta, no concelho de Alcácer do Sal, e Tróia, no concelho de Grândola, e o alerta às autoridades foi dado às 17:21, indicou a fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal.

O homem ia pescar e caiu à água quando estava a entrar no barco já equipado com um fato de borracha e botas, que terão começado a meter água e, talvez por isso, “não conseguiu vir ao de cima”, explicou a fonte.

Segundo a fonte, o homem foi resgatado da água por colegas e submetido a manobras de reanimação, que “não resultaram”, tendo o óbito sido decretado no local pelo médico da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Hospital do Litoral Alentejano.

As manobras de reanimação do homem foram feitas primeiro por operacionais dos Bombeiros de Grândola e depois pela equipa da VMER, indicou a fonte.

As operações de socorro envolveram meios e operacionais da Polícia Marítima, dos Bombeiros de Grândola e da GNR e a VMER do Hospital do Litoral Alentejano.

Lusa

Foto de Arquivo

Comentários

- Pub -