Proteção Civil alerta para possível queda de árvores e cheias rápidas no fim-de-semana

0
180
visualizações

A Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) alertou hoje para a possibilidade de queda de árvores, cheias rápidas e acidentes na orla costeira devido às previsões de chuva, vento e agitação marítima para sábado e domingo. Num aviso à população após informação disponibilizada pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), a Protecção Civil refere que a chuva vai ser persistente e pontualmente forte no sábado nos distritos de Setúbal, Lisboa, Leiria, Santarém, Beja e Faro, precipitação que vai diminuir a partir do final da manhã de domingo.

- Pub -

A ANPC indica também que há previsões de queda de neve acima dos 800 a 1000 metros nas regiões Norte e Centro entre o fim do dia de hoje e a manhã de sábado, além da possibilidade de se verificarem fenómenos extremos de vento no litoral Centro e Sul, especialmente na tarde de sábado, de agitação marítima com ondulação de noroeste de quatro a cinco metros.

Face a esta previsões meteorológicas, a Protecção Civil alerta para a possibilidade de piso rodoviário escorregadio e eventual formação de lençóis de água e gelo, cheias rápidas em meio urbano, por acumulação de águas pluviais ou insuficiências dos sistemas de drenagem, inundações por transbordo de linhas de água nas zonas historicamente mais vulneráveis e danos em estruturas montadas ou suspensas, bem como queda de ramos ou árvores devido ao vento mais forte e possíveis acidentes na orla costeira.

No aviso à população, a ANPC recomenda a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e retirada dos inertes e outros objectos que possam ser arrastados ou criem obstáculos ao livre escoamento das águas, a adopção de uma condução defensiva através da redução da velocidade e a uma adequada fixação de estruturas soltas.

Evitar atravessar zonas inundadas de modo a precaver o arrastamento de pessoas e viaturas para buracos no pavimento ou caixas de esgoto abertas, ter especial cuidado na circulação e permanência junto de áreas arborizadas e na circulação junto à orla costeira e zonas ribeirinhas são outras recomendações da Protecção Civil.

Lusa

- Pub -

Queremos saber a sua opinião.