Vitória naufraga na Madeira e desperdiça oportunidade de se afastar da linha de água

0
47
visualizações

Tal como tem sido recorrente esta época nos jogos fora de casa, o Vitória FC voltou este domingo a ter nova derrota na I Liga. O 4-2 sofrido no reduto do Marítimo, num jogo em que os sadinos deram 45 minutos de avanço ao adversário que chegou ao intervalo a vencer por 3-0, voltou a pôr a nu as fragilidades de uma equipa que não conseguiu ainda qualquer triunfo na condição de visitante no campeonato 2017/18.

- Pub -

O naufrágio sadino começou a ser consumado à passagem do minuto oito, altura em que Joel inaugurou o marcador para os madeirenses. Até ao intervalo, os insulares ampliaram a vantagem até ao 3-0 graças a um bis de Ricardo Valente, aos 30 e 45 minutos. Na segunda parte, os anfitriões, apesar da reacção vitoriana, geriram o resultado não dando veleidades aos verdes e brancos.

O treinador José Couceiro apostou num onze inicial formado por Cristiano, Patrick Vieira, Nuno Reis, Yohan Tavares, André Sousa (rendeu o castigado Nuno Pinto), Podstawski, Nenê Bonilha (no lugar do também castigado José Semedo), Emrah Bassan (Arnold ficou de fora por opção), Costinha, André Pereira e João Amaral.

- Pub -

Queremos saber a sua opinião.