Arrábida World Music Fest regressa este ano ao Forte de São Filipe

285
visualizações

O festival, cuja primeira edição se realizou em 2009, regressa com a mesma filosofia ao Forte de São Filipe para três dias de concertos com artistas de todo o mundo, DJs, gastronomia e artesanato

 

- Pub -

O festival Arrábida World Music Fest vai voltar a realizar-se em Setúbal, no Forte de São Filipe, com a participação de artistas de todo o mundo entre os dias 31 de Maio e 2 de Junho, anunciou a Câmara Municipal de Setúbal numa apresentação na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), que terminou ontem.

O festival, cuja primeira e única edição aconteceu há nove anos no mesmo local, será reeditado este ano sem perder, contudo, a sua principal filosofia de “valorizar aquilo que se faz no mundo a nível musical”, explicou Hugo Tavares, do Gabinete de Turismo do município.

O cartaz irá contar com artistas de todo o mundo e de vários géneros musicais, mas ainda não são conhecidos nomes além do artista Diego El Gavi (flamenco) que irá actuar com vários convidados, entre eles Rão Kyao (aclamado intérprete de flauta de bambú). “O que podemos adiantar é que teremos um palco para os concertos principais à entrada [na estrada de acesso ao Forte de São Filipe] e depois lá dentro uma parte de after-hours com DJs” até de madrugada, adiantou Ana Carvalho, chefe da Divisão de Cultura.

Além da música, haverá acções complementares aos concertos, gastronomia e artesanato, sempre com o enquadramento único da Baía de Setúbal e da cidade proporcionado pelo Forte de São Filipe. Somando tudo isso ao interesse de “muito público em Setúbal” por este tipo de festival, a organização está confiante que conseguirá igualar e até ultrapassar a fasquia dos cinco mil visitantes da primeira edição (que teve apenas dois dias).

A ambição municipal é tornar o Arrábida World Music Fest uma referência no calendário anual de eventos do concelho e no panorama musical nacional, existindo, por isso, a preocupação de fazer diferente do que já se vê, a título de exemplo, no Festival Músicas do Mundo que se realiza em Sines há 19 anos.

O acesso do público ao recinto vai fazer-se através de transferes de autocarro da TST, sem qualquer custo, com partidas da Avenida Luísa Todi, à semelhança do serviço prestado aquando da realização do Mercado Quinhentista (feira medieval) também naquele monumento. De recordar que a câmara municipal é responsável, desde Janeiro de 2017, pela gestão do bar, esplanada e espaços visitáveis do forte, assim como pela sua dinamização cultural.

 

Notícia atualizada na versão online com informação referente à participação dos artistas Diego El Gavi e Rão Kyao no Arrábida World Music Fest. 

 

Fotografia: Direitos Reservados

Comentários

- Pub -