Requalificação da envolvente ao Mercado Municipal é para arrancar no final do ano

0
115
visualizações

Intervenção em conjunto de ruas visa melhoria da mobilidade em área central da cidade. Álvaro Beijinha diz que quer “mexer em tudo o que é pavimento” e dar “mais verde à zona”

A requalificação da zona envolvente ao Mercado Municipal, em Santiago do Cacém, está prevista iniciar-se no final deste ano e vai custar mais de dois milhões de euros aos cofres da Câmara.

- Pub -

“O investimento, só na área da reabilitação urbana no espaço público, é um pouco acima dos dois milhões de euros, com o objectivo, se ainda possível, de iniciar a obra no final deste ano ou no início de 2019”, disse à agência Lusa Álvaro Beijinha, presidente do município de Santiago do Cacém.

A intervenção, que tem um prazo de execução de “18 meses”, prevê, segundo o autarca, a reabilitação urbana em “toda a zona envolvente ao mercado”, num conjunto de ruas, com vista à melhoria da mobilidade numa área central da cidade alentejana, com comércio e “onde vive muita gente”.

“Queremos mexer em tudo o que é pavimento, colocar calçada de granito em quase toda a área, dar mais mobilidade às pessoas, fazer o rebaixamento de passadeiras, ordenar o trânsito, dar mais verde a todo aquela zona, com a colocação de árvores e arbustos, e enterrar cabos eléctricos e de telefone”, explicou Álvaro Beijinha.

A empreitada, que abrange várias artérias da cidade, como a Avenida Manuel da Fonseca, a Rua de Moçambique, a Rua Calouste Gulbenkian, a Rua Dr. Félix da Cruz e a Rua da Cidade de Setúbal, contempla ainda a remodelação da rede de águas e a conclusão da intervenção para o escoamento de águas pluviais.

O projecto está incluído no Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano de Santiago do Cacém, estando prevista, segundo divulgou o município, uma comparticipação do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) no valor de 476 mil euros.

Além desta empreitada, para a qual o autarca prevê ser lançado o concurso público “em Maio”, está actualmente em fase de execução o projecto para a remodelação do Mercado Municipal de Santiago do Cacém, cujo valor de investimento ainda está por contabilizar.

“A obra no Mercado Municipal tem como objectivo fazer um conjunto de intervenções para dar mais acessibilidade, casas de banho novas, fazer pinturas e melhorar a eficiência energética”, indicou Álvaro Beijinha.

DIÁRIO DA REGIÃO com Lusa

Comentários

- Pub -