Médico motard do hospital do Barreiro vai fazer expedição ao continente americano

335
visualizações

Nuno Mendonça, do serviço de Cirurgia Geral, integra grupo motard de cinco que vai percorrer 35 mil Km de moto. Partida simbólica acontece no Centro Hospitalar Barreiro Montijo. Expectativa de concluir viagem em três meses

Um grupo de cinco elementos, que inclui um médico do Centro Hospitalar Barreiro Montijo (CHBM), vai partir numa viagem de mota por 14 países do continente americano, percorrendo mais de 35 mil quilómetros. Nuno Mendonça, médico do Serviço de Cirurgia Geral do CHBM e operacional da VMER Barreiro, integra o grupo que partirá na expedição “Sul América Norte 2018”, podendo assim “conjugar duas das suas paixões, a condução de mota e o exercício da medicina”, conforme revela em comunicado o CHBM.

- Pub -

Nuno Mendonça, ao longo da viagem, desenvolverá acções de voluntariado junto da população local, em conjunto com as diferentes delegações nacionais da Cruz Vermelha. A viagem vai durar três meses, entre 1 de Abril e 30 de Junho, e percorrerá de mota as estradas de 14 países do continente americano, num total de aproximadamente 35 mil quilómetros, desde Ushuaia no sul da Argentina até Prudhoe Bay no norte do Alasca.

O grupo, composto ainda por Pedro Roque, Nuno Pires, Emanuel Cabral e João Monteiro e Chaves, vai passar pela América do Sul (Argentina, Chile, Bolívia, Peru, Equador e Colômbia), América Central (Panamá, Costa Rica, Nicarágua, Honduras e Guatemala) e América do Norte (México, Estados Unidos e Canadá).

“Depois de Lisboa Pequim Lisboa, em 2015, a aventura continua. Durante três meses, entre o primeiro dia de Abril e o último de Junho de 2018, percorreremos de moto (4 BMW R1200 GSA) as estradas de 14 países do Continente Americano, num total de aproximadamente 35.000 km”, pode ler-se na página administrada pelo grupo na rede social Facebook. “Como passageiro viajará João Monteiro e Chaves, realizador de cinema, duas vezes vencedor do prémio melhor ficção no festival Curta-Açores, que se encarregará de registar e divulgar regularmente pequenos episódios v de vídeo durante o decorrer de todo o percurso, além de um filme documental final que apostará na originalidade e qualidade”, adianta a mensagem do grupo.

Na preparação para esta nova aventura, o grupo revela ainda que recebeu uma acção de formação sobre Suporte Básico de Vida promovida pela Cruz Vermelha Portuguesa. “Uma experiência muito enriquecedora, útil e prática. Uma manhã bem passada em ambiente descontraído e acolhedor”, resume o grupo, publicando algumas fotos alusivas à ocasião.

No sábado, 3 de Março, vai ser assinalada a partida simbólica do grupo no Centro Hospitalar Barreiro Montijo, num dia também marcado por uma acção de sensibilização sobre Prevenção Rodoviária, que vai decorrer naquela unidade hospitalar.

DIÁRIO DA REGIÃO com Lusa

Comentários

- Pub -