Exclusividade e Influências

52
visualizações

Muitos daqueles que tem lugar na Assembleia da Republica, no exercício da actividade de deputados, têm sido confrontados com a denúncia de situações ilegais na actividade de segurança privada em Portugal, situações estas que decorrem de legislação que neste âmbito, é fácil de ser contornada para que algumas empresas possam adoptar procedimentos internos, sem serem devidamente punidas por práticas abusivas.

- Pub -

Perante a polémica da exclusividade dos deputados, é fácil perceber-se o porquê da falta de disponibilidade destes para debater a polémica, ou sequer responder a questões que lhes são colocadas por aqueles que face à inoperância das instituições, vão percebendo que as influências, as amizades, e os interesses instalados em muitas áreas da actividade económica, impedem muitas vezes que as instituições funcionem de forma isenta.

Esta questão da exclusividade dos senhores deputados, é meio caminho andado para a falta de clareza nas relações existentes fora do parlamento, as quais em boa verdade, não impedem o estabelecimento de relações de amizade, mas que posteriormente poderão ter as suas influências em decisões que potenciam a existência de más práticas, sobretudo quando estas  têm as suas repercussões na vida das pessoas, mas onde o Estado financiado com o dinheiro dos cidadãos, penaliza quando estes não cumprem, mas fica impune por não fazer cumprir, não sendo um exemplo de credibilidade.

Comentários

- Pub -