Festival do Choco arranca sexta-feira na Casa da Baía e junta mais de 30 restaurantes

449
visualizações

Aula de culinária gratuita marca arranque do evento. As diferentes formas de confeccionar uma iguaria tradicionalmente sadina vão poder ser apreciadas ao longo das próximas semanas

- Pub -

Mais de 30 restaurantes de Setúbal participam no Festival do Choco que arranca já na próxima sexta-feira, prolongando-se até 11 de Março. Uma aula de culinária, de inscrição gratuita, a ter lugar a partir das 10h00, na Casa da Baía, marca o início do evento. As inscrições para esta aula, conduzida pelo chef José Serrano e promovida pela Docapesca e pela Câmara Municipal de Setúbal, podem ser efectuadas por telefone (265 545 010) ou email ([email protected]) até à próxima quinta-feira.

O choco volta assim a reinar num festival gastronómico, que apresenta diferentes formas de confeccionar e saborear o molusco típico do Sado.

“Frito, no prato com batatas, igualmente fritas, e salada, ou no pão. Esta é a maneira mais comum, e também saborosa, de apresentar a iguaria que faz parte da tradição gastronómica setubalense, não apenas durante o Festival do Choco 2018, promovido pela Câmara Municipal de Setúbal e Docapesca, mas ao longo de todo o ano”, salienta a autarquia, lembrando ainda que também é possível provar a iguaria de outras formas: “assado com ou sem tinta, ensopado, à antiga, em caldeirada, estufado, ao alhinho e de pitéu, além de feijoada de ovas”.

Além da aula de culinária com o chef José Serrano, destaca-se também, a 11 de Março, no encerramento do evento, uma degustação comentada pelo chef João Antunes, a partir das 18h00, também na Casa da Baía. Estas duas actividades são de participação gratuita “mediante inscrição, respectivamente até aos dias 22 de Fevereiro e 8 de Março, pelo 265 545 010”, reforça a edilidade.

Participam no Festival do Choco a Adega do Zé, a Adega Leo do Petisco, o Baluarte da Avenida, o Bombordo, o Cais 56, o Cantinho dos Petiscos, o Capitão Cook, a Casa do Mar, a Casa Lagarto, o Copa D’Ouro, o Estuário do Sado, o Ferribote, o Mar Azul, o Museu do Choco, a Nova Taberna o Pescador, o Novo 10, o Kefish e o Convés. Integram ainda o festival os seguintes estabelecimentos: Petisqueira o Manuel, Poço das Fontainhas, Rebarca, Restinguinha, Ribeirinha do Sado, Solar do Marquês II, Só Sónia, Taberna de Azeitão, Taberna Grande, Taberna Típica O Pescador II, Tasca da Avenida, Tasca da Fatinha, Tasca das Marés, Tasca do Xico da Cana, Ti Prudência e Verde e Branco.

“Divulgar sabores e tradições da cozinha setubalense e, em simultâneo, estimular a restauração local e promover Setúbal enquanto destino turístico de excelência” é objectivo da iniciativa, que integra um ciclo de eventos gastronómicos dinamizado pela Câmara Municipal.

Comentários

- Pub -