Confessou vários furtos, foi solto e dois dias depois volta a ser detido por roubar

0
79
visualizações

Foi detido e presente a tribunal por roubos e furtos em estabelecimentos comerciais na Costa de Caparica, saiu em liberdade e apenas dois dias depois voltou a ser apanhado pela GNR pela mesma prática de crime. A GNR anunciou que voltou a deter, nesta sexta-feira, o homem de 35 anos por furtos em dois estabelecimentos comerciais. Após nova apresentação ao tribunal de Almada, o indivíduo voltou a sair em liberdade.

- Pub -

“Hoje, dia 16 de Fevereiro, o suspeito foi novamente detido pela prática do mesmo tipo de delito, tendo furtado 350 euros em numerário, uma máquina de jogo e uma máquina de cortar cabelo, em dois estabelecimentos comerciais. Após nova apresentação ao Tribunal Judicial de Almada, o suspeito continua sujeito às medidas de coacção anteriormente aplicadas”, revelou a GNR, que já tinha visto o detido sair em liberdade na quarta-feira, 14, com as medidas de coacção de “apresentações bissemanais em posto policial e termo de identidade e residência”.

A GNR lembra que deteve inicialmente o homem no passado dia 12, “pela prática de vários roubos e furtos em interior de estabelecimentos comerciais”, na Costa de Caparica. “O suspeito rondava os estabelecimentos comerciais consumando os furtos de acordo com a oportunidade e vulnerabilidade dos locais, sempre durante o horário de funcionamento dos mesmos, levando dinheiro e bens existentes nos balcões ou junto à porta de entrada”, adiantam os militares em comunicado, explicando de seguida como ocorreu a primeira detenção do indivíduo.

“No dia 12 de Fevereiro, após efectuar um roubo através de coacção com arma branca numa mercearia, o suspeito foi perseguido por um homem, tendo sido detido aquando da chegada dos militares, em que o mesmo confirmou ter efectuado o roubo, bem como a prática de mais nove furtos, todos ocorridos naquela localidade.”

Esta sexta-feira, o homem voltou a ser detido e presente a tribunal, tendo sido aplicadas as mesmas medidas de coacção: apresentações bissemanais em posto policial e termo de identidade e residência.

- Pub -

Queremos saber a sua opinião.