Pescador gravemente ferido resgatado por helicóptero após queda de falésia

0
179
visualizações

Um homem de 46 anos sofreu hoje ferimentos graves na cabeça e na coluna vertebral, depois de ter caído de uma falésia a sul da Praia das Bicas, concelho de Sesimbra, tendo sido resgatado por um helicóptero EH-101 da Força Aérea, anunciou a Autoridade Marítima Nacional. O acidente ocorreu pela manhã, quando o homem efectuava pesca de recreio.

- Pub -

“Foi hoje [terça-feira] recebido no Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa, cerca das 9h15, um alerta originado através do sistema 112, a informar que teria ocorrido uma queda de um pescador lúdico que exercia esta actividade numa falésia a ul da praia das Bicas, no concelho de Sesimbra. Este Centro contacto de imediato com a pessoa que emitiu o alerta, informando também de imediato a Capitania e o Comando-local da Polícia Marítima de Setúbal”, revelou a Autoridade Marítima Nacional, salientando as operações de socorro que foram desencadeadas.

“Foi então possível apurar que a vítima teria sofrido uma queda que lhe causou ferimentos aparentemente graves na cabeça e na coluna vertebral. De imediato o Capitão do Porto de Setúbal activou, por terra, uma equipa da Polícia Marítima e, por mar, uma embarcação da Estação Salva-vidas de Sesimbra. Analisada a situação, e em função do local de muito difícil acesso por terra e por mar, bem como dos ferimentos que o pescador apresentava, foi decidido solicitar o apoio do helicóptero EH-101 da Força Aérea para efectuar o resgate.”

O helicóptero, segundo a Autoridade Marítima, “chegou ao local em que se encontrava a vítima cerca das 10h15, tendo sido feita a sua estabilização e procedido ao resgate cerca das 10h40”.

A vítima “foi transportada para o terminal de Figo Maduro do Aeroporto de Lisboa, onde se encontrava à espera uma equipa do INEM que o acompanhou no trânsito para o hospital de Santa Maria, em Lisboa”, adiantou a Autoridade Marítima Nacional, ao mesmo tempo que deixa um alerta “para os perigos inerentes à pesca em falésias e arribas”, aconselhando algumas medidas de segurança, como evitar pescar sozinho, pescar com condições meteorológicas adversas, virar as costas ao mar; pescar à noite, pescar em locais de risco ou de difícil acesso e tentativas de recuperação de material.

- Pub -

Deixe uma resposta