Barreiro fica com ‘Chama da Solidariedade’ até a entregar ao Município da Moita

156
visualizações

O Barreiro recebeu, na terça-feira, a “Chama da Solidariedade” do Município de Alcácer do Sal e irá agora passar por 16 Instituições de Solidariedade Social (IPSS) do concelho até ao dia 20 de Fevereiro, altura em que é passada ao Município da Moita.
Na cerimónia da recepção da “Chama da solidariedade”, o presidente da Câmara Municipal, Frederico Rosa, salientou a importância deste tipo de iniciativas “que põem o foco na solidariedade e lembram o trabalho efectuado diariamente pelas instituições”.
Durante a iniciativa, actuou a Universidade da Terceira Idade do Barreiro e alunos da Escola Básica nº 2 do Lavradio, numa mostra de dança contemporânea, o Grupo Folclórico da Cercimb, o Grupo Mioritá Mioritá – Associação Cultural dos Imigrantes Moldavos e o Grupo Coral Feminino Cantares do Chamarra, do Torrão.
Participaram nesta cerimónia, além do presidente da autarquia, que recebeu a “Chama da Solidariedade”, e da vereadora responsável pela Intervenção Social, Sara Ferreira, em representação do Presidente do Conselho Local de Acção Social de Alcácer do Sal, José Balona, o Presidente da Direcção da União Distrital das Instituições Particulares de Solidariedade Social de Setúbal, Fernando Sousa, e a Presidente da Direcção da Rumo – Cooperativa de Solidariedade Social, Rute Pires, a quem foi entregue a chama no final da cerimónia.
Recorde-se que a entrega da “Chama da Solidariedade” ao Município da Moita realiza-se a 20 de Fevereiro, às 09h30, nos Paços do Concelho, no Barreiro.
Até à entrega da Chama estão previstas várias iniciativas das IPSS, em conjunto com toda a comunidade local, com o objectivo de apelar ao espírito solidário e importância que estas instituições têm no quotidiano da Sociedade.
A Chama da Solidariedade, no distrito de Setúbal, é uma iniciativa conjunta da Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade e da União Distrital das Instituições Particulares de Solidariedade Social de Setúbal, que tem contado com o apoio dos Conselhos Locais de Acção Social e dos Municípios, bem como de IPSS e várias outras entidades, com o objectivo de juntar a comunidade à volta do conceito de solidariedade, através da dinamização de várias iniciativas culturais, desportivas e outras, para todas as idades, em cada concelho do distrito.
Desde Agosto de 2017, a Chama da Solidariedade tem percorrido os concelhos do distrito e culminará a 8 Junho de 2018, em Setúbal, com a grande Festa da Solidariedade, reunindo todos os parceiros envolvidos.

Comentários

- Pub -