Bombeiros do Montijo assinalaram 109 anos com baptismo de duas ambulâncias

121
visualizações

Na hora dos discursos, o responsável pelo Comando Distrital de Operações de Socorro de Setúbal elogiou Nuno Canta e deixou “farpas” a outros autarcas da região

- Pub -

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários do Montijo comemorou, no passado dia 28, 109 anos de existência com a habitual realização de sessão solene e o baptismo de duas novas viaturas. As duas novas ambulâncias, que já se encontram ao serviço, foram adquiridas com o apoio financeiro da Câmara Municipal do Montijo e vieram, assim, reforçar a frota da corporação para melhorar a prestação do serviço de socorro.

Após o baptismo das viaturas, houve lugar, nas instalações do quartel, às habituais condecorações e distinções de elementos da corporação, seguindo-se os discursos da praxe.

Elísio Oliveira, comandante do Comando Distrital de Operações de Socorro de Setúbal da Autoridade Nacional de Protecção Civil, elogiou o comportamento da autarquia montijense aos bombeiros, por entre algumas críticas a outros autarcas da região. “Ainda hoje no distrito de Setúbal temos autarcas que não têm a noção da importância do relacionamento com os seus corpos de bombeiros. O presidente da Câmara do Montijo é uma referência, não apenas por apoiar financeiramente os bombeiros, mas porque está presente nas situações para confortar o cidadão e para elogiar o trabalho dos bombeiros”, disse o responsável.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Nuno Canta, presidente da Câmara do Montijo, lembrou então apoiar as corporações de bombeiros existentes no concelho é um dever da autarquia: “É preciso continuar a assegurar as condições necessárias ao trabalho dos bombeiros, garantindo os meios de emergência e socorro”. O autarca manifestou orgulho pelo trabalho desenvolvido pela corporação, realçando a generosidade e a competência reconhecida fora de portas aos bombeiros do Montijo, e deixou a promessa: “O apoio aos bombeiros estará sempre no horizonte da câmara.”

Já o comandante dos bombeiros do Montijo, Américo Moreira destacou o esforço e a competência dos elementos da corporação, sublinhando os 9 951 serviços de socorro e 16 327 serviços não urgentes, realizados durante o ano de 2017.

Sobre o futuro, falou o presidente da direcção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários do Montijo, Amável Pires, que apontou à continuidade do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido e ao projecto de ampliação do actual quartel, que se encontra a aguardar autorização de financiamento da tutela.

Como habitualmente, foram ainda distinguidos associados, entidades e empresas que colaboram com a associação, destacando-se o hipermercado E.Leclerc que recebeu uma medalha de ouro pelo apoio prestado regularmente aos Bombeiros Voluntários do Montijo.

Comentários

- Pub -