Novo McDonald’s chega ao Montijo até ao final do ano

0
879
visualizações

Investimento ronda os dois milhões de euros e vai localizar-se junto às Portas da Cidade. Deverá ser inaugurado no último trimestre de 2018, estando prevista a criação de 50 a 60 postos de trabalho directos

- Pub -

A cadeia de restaurantes McDonald’s vai abrir um novo espaço na cidade do Montijo. O novo equipamento, que contará com McDrive – serviço que proporciona o atendimento a automobilistas –, irá localizar-se na urbanização do Alto das Vinhas Grandes, junto à superfície comercial Lidl, na zona das Portas da Cidade, num investimento que rondará os dois milhões de euros e que prevê criar entre 50 a 60 postos de trabalho directos, apurou o DIÁRIO DA REGIÃO. A inauguração do espaço deverá ocorrer ainda este ano.

O projecto de arquitectura “já foi aprovado” pelos serviços técnicos da Câmara Municipal do Montijo, que se encontram agora a analisar o projecto de especialidades, admitiu fonte da autarquia ao DIÁRIO DA REGIÃO. “Prevê-se que, se tudo correr dentro da normalidade, a obra venha a ser inaugurada no último trimestre deste ano”, adiantou a mesma fonte.

O novo McDonald’s, além do conceito de McDrive, irá englobar McRestaurante, McCafé, esplanada, um espaço considerável com brinquedos para crianças e apresentará ainda o serviço de “plataforma integrada”, que permite encomendas através do recurso às novas tecnologias, como smartphones.

Este passará, assim, a ser o segundo investimento da McDonald’s no concelho montijense, já que a marca que nasceu nos Estados Unidos da América apresenta-se instalada no centro comercial Forum Montijo.

A marca, recorde-se, chegou a Portugal em 1991, onde tem conseguido instalar-se em inúmeras localidades de norte a sul do País. A aposta no serviço McDrive passou a assumir, desde há vários anos, papel de relevo na facturação da McDonald’s. Em 2012, o serviço de atendimento a automobilistas já representava a maior fatia de vendas da cadeia de “fast food” em Portugal, com 55% da facturação global.
O DIÁRIO DA REGIÃO questionou ainda o departamento de marketing da marca, mas até ao fecho desta edição não obteve respostas.

- Pub -

Queremos saber a sua opinião.