Maldição dos minutos finais mantém Vitória abaixo da linha de água

84
visualizações

O Vitória foi ao reduto do Moreirense empatar (2-2) em partida da 18. ª jornada (a primeira da segunda volta) da I Liga. Tal como tinha acontecido há duas rondas com o Estoril, os sadinos desperdiçaram uma vantagem de dois golos (João Amaral marcou aos 7 e 25 minutos), permitindo aos cónegos chegarem ao empate aos 89 minutos. Foi a terceira jornada consecutiva que o Vitória, que não perde há cinco jogos oficiais (três no campeonato e dois na Taça da Liga) – empatou, de resto os comandados de José Couceiro já somam sete igualdades no campeonato em 2017/18.

- Pub -

No Parque Desportivo Comendador Joaquim de Almeida Freitas, em Moreira de Cónegos, o treinador José Couceiro, sem César no centro da defesa (jogador rescindiu sexta-feira o contrato com os sadinos), apresentou um onze inicial constituído por Cristiano, Arnold, Pedro Pinto, Vasco Fernandes, Nuno Pinto, Tomás Podstawski, André Pedrosa, Costinha, João Teixeira, João Amaral e Gonçalo Paciência.

Comentários

- Pub -