Câmara de Alcácer do Sal entra em 2018 sem dívidas em atraso

0
22
visualizações

No dia 31 de Dezembro não havia pagamentos atrasados

 

A Câmara de Alcácer do Sal entrou em 2018 sem dívidas vencidas, segundo a declaração de pagamentos em atraso existentes a 31 de Dezembro de 2017 que foi apresentada esta quinta-feira (11) na reunião pública do executivo municipal.

- Pub -

No último ano dia do ano passado o município tinha “zero pagamentos em atraso”, afirmou o presidente da autarquia, Vítor Proença (CDU).

Sobre a declaração de recebimentos em atraso existentes também a 31 de Dezembro, por parte da oposição, a vereadora Clarisse Campos (PS) fez apenas o “reparo” de que no período 2015-2017 “há um número elevado” de dívidas à autarquia por parte de consumidores de água.

A vereadora com o pelouro da Água e Saneamento, Ana Luísa Soares (CDU) explicou que algumas situações de recebimentos pendentes são relativas a casos “em que há um ou dois acordos de pagamentos”, estão a ser pagas a prestações pelos munícipes, e assegurou que, ao contrário do que “acontecia no passado”, as dívidas existentes actualmente “não têm possibilidade de ficarem prescritas”.

 

Associação dos trabalhadores autárquicos em franco crescimento

 

A Associação dos Serviços Sociais, Culturais e Desportivos dos Trabalhadores das Autarquias do Concelho de Alcácer do Sal (ASSCDTCAS) está em grande crescimento do número de associados, tendo passado de 70 há cerca de quatro anos para um total que ultrapassa já os 200 sócios.

Os números foram revelados na reunião da Câmara Municipal de hoje onde foi aprovada, por unanimidade, a atribuição de um apoio financeiro de 15 mil euros à associação.

Os autarcas, de forma geral, mostraram satisfação com o desempenho dos actuais órgãos sociais e o presidente da Câmara, Vítor Proença, sublinhou a importância da associação cuja dinamização incentivou no início do seu primeiro mandato.

- Pub -

Deixe uma resposta