Secretário de Estado da Saúde cai do Governo na sequência do caso ‘Raríssimas’

1
29
visualizações

O caso em torno da Associação Raríssimas culminou hoje com a exoneração do secretário de Estado da Saúde, Manuel Delgado.

- Pub -

O primeiro-ministro aceitou hoje o pedido de exoneração de Manuel Delgado do cargo de secretário de Estado da Saúde e propôs para o seu lugar Rosa Matos Zorrinho, refere uma nota oficial do Governo.

Na nota refere-se que o primeiro-ministro, António Costa, “aceitou o pedido de exoneração do cargo de secretário de Estado da Saúde do XXI Governo Constitucional de Manuel Martins dos Santos Delgado, tendo proposto a sua excelência o Presidente da República [Marcelo Rebelo de Sousa] a nomeação de Rosa Augusta Valente de Matos Zorrinho”.

Manuel Delgado demitiu-se na sequência de uma reportagem da TVI emitida no sábado passado, na qual se refere que foi contratado entre 2013 e 2014 pela associação “Raríssimas”, com um vencimento de três mil euros por mês, tendo recebido um total de 63 mil euros.

O secretário de Estado alegou então que se tratou de uma “colaboração técnica” com a associação Raríssimas e que nunca participou em decisões de financiamento.

Lusa

- Pub -

1 COMENTÁRIO

Queremos saber a sua opinião.