Paula Brito e Costa diz-se vítima de cabala e demite-se da Raríssimas

0
46
visualizações

Paula Brito e Costa demitiu-se hoje da presidência da direcção da Associação Raríssimas, alegando ao mesmo tempo que está a ser vítima de uma trama bem montada. “Tenho de sair. Esta é uma cabala muito bem montada”, disse Paula Brito e Costa ao Expresso.

- Pub -

Recorde-se que Paula Brito e Costa está a ser investigada pelo Ministério Público sobre actos de gestão, alegadamente ilícitos e danosos, ao serviço da associação. O caso foi denunciado publicamente através de uma reportagem da TVI, assinada por Ana Leal.

Já hoje, na sequência do caso, também o secretário de Estado da Saúde, Manuel Delgado, viu o primeiro-ministro aceitar o seu pedido de exoneração do cargo. Manuel Delgado havia prestado serviços à associação, tendo auferido um total de cerca de 63 mil euros.

- Pub -

Queremos saber a sua opinião.