Presidente da República elogia trabalho pela igualdade na Bela Vista, em Setúbal

0
5
visualizações

Moradores receberam Chefe-de-Estado em euforia. Marcelo conheceu as melhorias feitas ao abrigo do programa ‘Nosso bairro, Nossa Cidade’

O Presidente da República visitou ontem a Bela Vista, em Setúbal, para assinalar os 69 anos da aprovação da Declaração Universal dos Direitos do Homem, dizendo que o trabalho realizado é um exemplo no campo dos Direitos Humanos.

- Pub -

“Um dos princípios fundamentais é a máxima igualdade possível entre as pessoas e isso faz-se todos os dias em bairros como este” disse Marcelo Rebelo de Sousa, depois de conhecer o espaço público melhorado pelo trabalho conjunto entre os moradores e as autarquias locais com apoio de várias empresas, no âmbito do programa ‘Nosso bairro, Nossa cidade’.
O bairro, que “parecia estar a morrer, como disse uma das moradoras, renasceu”, destacou o Presidente que prometeu “apoiar todas as iniciativas que partam das pessoas com este objectivo de criar melhores condições de vida e de igualdade”.

Apesar da noite fria e chuvosa, Marcelo foi recebido em euforia por dezenas de pessoas, num entusiasmo que, segundo os autarcas presentes, vai dar força ao programa que ao longo de cinco anos tem vindo a mudar a face do bairro. “A visita do Presidente é o reconhecimento deste trabalho conjunto que está a mudar a realidade” disse a presidente da Câmara de Setúbal, Dores Meira. A autarca disse ainda que “hoje o Presidente da República e o país ficam com um olhar diferente para a Bela Vista”.

O presidente da Junta de Freguesia de São Sebastião acrescenta que o gesto do Chefe-de-Estado “é simbólico, mas pode intensificar o esforço dos moradores e dar visibilidade ao resultado”.

Depois de visitar os equipamentos construídos recentemente, Marcelo Rebelo de Sousa entrou numa das habitações, adaptada para melhor mobilidade de um morador que usa cadeira-de-rodas, e terminou a noite num jantar com os moradores na escola da Bela vista, em que comeu cachupa feita pelos habitantes.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Moradores maravilhados

Os moradores do Bairro do Forte da Bela Vista, mostram ao Presidente da República o trabalho de reconstrução e valorização que estão a desenvolver há cinco anos, em conjunto com a Câmara Municipal e a Junta de Freguesia de S. Sebastião.

“É maravilhoso! O Presidente ter conhecimento do trabalho que fazemos para o bem das pessoas.”, disse Aline Martinho dos Santos da Associação de Moradores Renascer do Forte (AMRF), num entusiasmo partilhado por muitos outros habitantes e traduzido em elogios, beijos e abraços.

Francisco Sousa, também membro da comissão de moradores explicou que o passeio pedonal recentemente construído foi feito com o apoio de várias empresas. “A Secil e a Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra (APSS) ofereceram os materiais para o pavimento, a Fundação Manuel António da Mota, da Mota-Engil, deu dinheiro, e a Câmara Municipal de Setúbal e a Junta de Freguesia de São Sebastião garantem a parte operativa, contribuindo com mão-de-obra, máquinas e outras coisas que faltam, neste caso com vedação e árvores”, disse o porta-voz dos moradores que integra o grupo de trabalho do Mecenato, que angaria apoios das empresas para as melhorais no bairro.

Em apenas cinco anos, as fachadas dos prédios e os muros foram completamente reparados e pintados, a iluminação pública renovada, foi construído um ginásio exterior, com seis máquinas oferecidas pela Fundação Vodafone, um parque infantil, reaproveitando os materiais de um velho parque de uma escola desactivada, recuperados pelas autarquias, e um dos próximos projectos é a construção de um polidesportivo.

“Transformações tremendas”, diz o presidente da Junta de Freguesia de São Sebastião, com mudanças e melhorias não apenas físicas mas também nos aspectos imateriais. “Temos a população verdadeiramente organizada em torno de questões tão diferentes como as férias para as crianças ou as obras no bairro”, refere Nuno Costa, considerando que “é muito gratificante para as autarquias ver os resultados e acompanhar estas transformações”.

Programa a 10 anos vai a meio

O projecto que está na base no envolvimento dos moradores na transformação dos bairros da zona da Bela Vista, abrange cinco bairros (Bairro da Bela Vista, Bairro do Forte da Bela Vista, Bairro da Alameda das Palmeiras, Bairro da Quinta de Santo António e Bairro das Manteigadas) e é já um caso de estudo e um crescente fenómeno mediático.

O programa ‘Nosso bairro, Nossa cidade’, lançado pela Câmara Municipal de Setúbal em 2012, é um plano para dez anos e, a meio da execução, apresenta já números que tem gerado interesse de universidade, municípios e instituições internacionais. Em cinco anos, a Bela Vista recebeu a visita de autarcas e técnicos de 15 países, investigadores da Universidade Católica, foi apresentada em 19 seminários em Portugal e em 12 internacionais, o últimos dos quais em Barcelona, e deixou de ser noticia apenas pela criminalidade e problemas sociais para começar a aparecer nos jornais e televisões por bons motivos.

Para o vereador da Habitação na Câmara de Setúbal, Carlos Rabaçal, a “gestão colectiva” e a “representatividade directa” dos moradores são os princípios que explicam os resultados do programa.

Nuno Costa, presidente da junta de freguesia acrescenta a “confiança” como outro “factor fundamental” para o sucesso do projecto. “As pessoas perceberam logo desde o início que os compromissos assumidos eram para cumprir, que o que ficava acordado fazer ou construir, era mesmo concretizado”, diz.

- Pub -

Deixe uma resposta