Mais de três mil crianças obrigadas a comer refeições vegetarianas em Palmela

Local Últimas Últimas C

Encarregados de educação apontam o dedo à autarquia. Por lei, as ementas vegetarianas devem ser contempladas como opção. Pais dizem que em Palmela assiste-se ao contrário e recusam que as crianças “sirvam de cobaias”

As mais de três mil crianças que frequentam os estabelecimentos de ensino pré-escolar e 1.º ciclo do ensino básico da rede pública no concelho de Palmela voltaram a ter, na última segunda-feira, uma ementa vegetariana como única opção de refeição. A situação está gerar indignação entre vários encarregados de educação, que lembram que a existência de uma refeição mensal vegetariana não deveria ser obrigatória – como aconteceu pela terceira vez durante este ano lectivo – mas sim opcional, de acordo com o estabelecido por lei.

As crianças, desde logo as de mais tenra idade, entre os três e os quatro anos, têm sido confrontadas não com a opção mas sim com a obrigação de comerem uma refeição vegetariana. A contragosto, na esmagadora (para não dizer na totalidade) dos casos. Na segunda-feira o prato principal apresentado foi Lasanha de tofu com cogumelos e cenoura, além de sopa de legumes, salada de alface, milho e beterraba.

Os pais consideram que a situação que tem vindo a ser adoptada viola até o previsto no próprio Regulamento de Acção Social Escolar da autarquia de Palmela, documento que tem estabelecido no n.º 4 do artigo 5 (Gestão de Fornecimento) da Secção II (Apoio Alimentar) que “a refeição diária inclui: sopa, prato de peixe ou carne, em dias alternados, com os acompanhamentos básicos da alimentação, sobremesa, pão e água.”

Mais: os encarregados de educação evocam o artigo 1 da Lei 11/2017 de 17 de Abril que estabelece “a obrigatoriedade de existência de opção vegetariana nas ementas das refeições servidas

nas cantinas e refeitórios públicos”. A “obrigatoriedade de opção e não o oposto, como acontece actualmente no concelho de Palmela”, criticam.

Inconformados, os pais apontam o dedo à autarquia, ao mesmo tempo que recusam que as crianças “sirvam de cobaias”, numa medida que vai ao arrepio da lei e do que está estipulado em regulamento pela própria edilidade.

O DIÁRIO DA REGIÃO solicitou esclarecimentos à autarquia, mas até ao fecho desta edição não foi possível obter resposta.

Recorde-se que no início do mês registou-se também um outro caso com as refeições nas escolas de Palmela. A comida foi servida crua às crianças. Aconteceu no passado dia 2, com a situação a motivar uma penalização (pecuniária) aplicada pela autarquia à empresa Uniself, responsável pelo fornecimento das refeições.

33 comments

  1. Mas qual é o stress das crianças fazerem uma vez por mês uma refeição mais saudável? QUAL É O PROBLEMA? VOCÊS NÃO COMIAM VEGETAIS EM CRIANÇA? OPÇÃO EM DIA DE VEGETARIANA? ENTÃO E AS CRIANÇAS VEGETARIANAS QUE ATÉ À BEM POUCO TEMPO NÃO TINHAM COMIDA PARA ELAS NAS ESCOLAS? ALGUMA VEZ FIZERAM DISSO NOTÍCIA? CRESÇAM! EVOLUAM! E OS PAIS DEIXEM DE ESTRAGAR AS CRIANÇAS.

  2. Acho muito mais chocante ter de levar uma credencial do médico para que o meu filho para que naquele dia comesse peixe em vez de carne de porco ( na minha opinião nao devia ser servida no pré escolar) do que fazerem os miúdos comerem uma refeição vegetariana

  3. Que pais ignorante! Como se eles tbem nao tivessem obrigado os filhos a comer carne. A opcao vegetariana é muito mais saudavel, eticae sustentavel.. Certamente que as crianças nao vao morrer por comerem uma opcao vegetariana por dia ja que em casa se devem afogar em bifes! Aliás se estes pais tivessem noção, coisa que nao têm..sabiam que segundo a roda dos alimentos carne so se deve comer 2 ou 3 vezes por semana, nas restantes deve-se comer vegetariano.

  4. Meu Deus, que horror, crianças obrigadas a comer cenouras, ervilhas e outras coisas que sempre comeram!
    Pena nunca terem feito notícia de crianças obrigadas a comer só arroz ou aquele puré de batata pré-feito nojento antes e depois das aulas de educação física e com o resto do dia de aulas pela frente como aconteceu comigo.

  5. Ohh senhores.. Arranjem que fazer! As crianças nao vao morrer por comerem 1x por mês comida vegetariana.

  6. Os pais estão inconformados porque as crianças comem vegetariano 3 vezes num ano??? A sério? Mas que pais são esses? Estúpidos de todo? Se encherem os miúdos de hamburgueres e salsichas que causam diabetes, obesidade e futuramente AVCs e ataques cardíacos já está tudo bem? Mas que merda de nojo de peça jornalistica, que palavreado carregado contra comer comida saudável. Estão a comparar comida saudável com comida crua. Tanta ignorância!!

  7. Parabéns pela mudança positiva na alimentação!
    Quem me dera que os meus filhos tivessem esta oportunidade…
    Aos pais revoltados: A pior coisa que pode acontecer à humanidade é a ignorância!

  8. Oh pá. Realmente!!! “Obrigar” as crianças a comer vegetais, não se faz! Os pais têm toda a razão em se queixar-me da situação! Alguma vez eu iria permitir que dessem à minha filha uns legumes salteados, do que um bom bife com batatas fritas? Nem pensar!!! Abaixo com a direcção desta escola! Abaixo com eles! Cortem-lhes a cabeça!!! 😒

  9. Que absurdo! As crianças precisam de vegetais em quantidades apreciáveis não de carne e peixe! Alguém deveria ajudar esses pais a cozinharem da mesma forma…. e a dar-lhes um pouco mais de sabedoria!

  10. É, de facto é melhor as criancinhas serem cobaias da MacDonald’s, e terem cancros, motivados pelo consumo de açúcares e carnes, gorduras, e depois a nobilíssima Fundação Ronald MacDonald’s armar em boa samaritana e tratar as criancinhas. Criam o mal, lucram com isso, e “oferecem” a cura, e aqui não se fala em cobaias, qual quê…
    Está mais do que provado (como se fosse preciso, como se não devesse ser do senso comum) que uma alimentação vegetariana é saudável e viável em qualquer idade. Acordem para a vida. Vivam e deixem viver. Leis… são escritas pelas maiorias que malfazem, são produto do estado evolutivo da sociedade, nada reflectem em termos de moralidade. Tudo o que é justo deve ser lei, mas nem todas as leis são justas.

  11. Realmente deve ser muito mau para a saúde dessas crianças comer comida vegetariana! !! Sim acho melhor obrigarem- nos a comer carninha…. muita carninha… se for de vacas loucas ainda melhor …. ou entao o tal salmão de aviário que também é muito saudável 😓😓😓😓

  12. Um enorme aplauso à autarquia de Palmela por servir uma refeição vegetariana às suas crianças! Espero que o exemplo seja seguido em todo o país! Estão a zelar pela melhoria da saúde destas crianças. Se os pais se recusassem a dar doces e sumos às suas crianças é que era bom, em vez de reclamarem de as crianças comerem saudável.

  13. Pois eu fico revoltado quando a minhas filhas têm de comer carne de porco muitas vezes picada e descongelada,acho que os paizinhos revoltados não sabem o mal que fazem aos seus filhos ao dar-lhes carne tantas vezes !Saúdo esta acções de consciencialização para fomentar o hábito de comer vegetais preparados de maneira saborosa !A escola tem o dever de ensinar na prática e com acções deste gênero os hábitos de uma alimentação saudável!Infelizmente a maioria das pessoas vive formatada pelos hábitos de alimentação industrial que se vê nas prateleiras dos Hipermercados com etiquetas douradas como se de facto fosse bom e saudável comer carne de animais criados em fábricas que comem,dormem e defecam no mesmo sítio alimentados com farinhas e carradas de antibióticos!É uma pena haver tanta ignorância e reivindicações da mesma ignorância!As minhas filhas não comem carne são as duas super saudáveis elegantes e felizes e quase nunca adoecem!

  14. Excelente iniciativa! Não esmoreçam. “Primeiro ignoram-te, depois riem-se de ti, depois atacam-te e no fim tu vences”
    – Mahatma Gandhi

  15. Epah os pais tambem não se contentam com nada. Primeiro revolução porque não tinham nada veggie para os seus pequenotes o que eu concordo. Contudo virem a público reclamar todas as semanas, acho que é demais. Não mimem tanto os vossos filhos, não lhes faz mal comerem uma refeição vegetariana volta e meia. Aliás até deviam comer mais, para evitar tanta obesidade infantil. Pensem isso que adultos (super protegidos) é que estamos a criar para o amanhã??

  16. Só faz bem ás crianças comer uma refeição tão saudável, desde quando é que um pai protesta por darem comida de qualidade ao filho de na escola, se fossem dar ás crianças comida menos saudável se calhar já nao se queixavam tanto. É inacreditável que uma iniciativa destas, que só beneficia a saúde das crianças, seja protestada desta maneira.

  17. Se fosse uma pizza vegetariana e ninguém dissesse nada já não havia stress . Ou batata frita , ou hamburger com origem desconhecida , ou arroz com salsicha frita . Importa é ser contra os vegans . Importa é ripostar contra as alterações bem feitas . Importa é fechar os portões a Portugal e não olhar para os bons exemplos de , pelo menos , alguns países europeus . Importa é ser atado ao passado . Importa é continuar a dar pano para mangas para grandes empresas de produção/morte animal fazerem o que querem com as nossas àguas , com as nossas florestas , com a vida em si , a nossa e a dos animais . Importa é vir no jornal .

  18. “Na segunda-feira o prato principal apresentado foi Lasanha de tofu com cogumelos e cenoura, além de sopa de legumes, salada de alface, milho e beterraba.”- Imagino a porcaria que esta gente come em casa diariamente.

  19. Acima de tudo, ignorância de quem escreveu a notícia, que deveria focar a falta de informação dos pais sobre o que é alimentação. Que notícia mais ridícula… Tanta fome no mundo, e os meninos de Palmela coitadinhos que foram obrigados a comer legumes! Ao jantar já compensam com um hamburguer e batatas fritas… Vergonha

  20. Coitadinhas das crianças que terão que comer tomate, cenoura, ervilhas, batatas, courgette, cogumelos, azeitonas, massa, arroz..feijão, grão..
    Epah, mandem vir lá comida do McDonald’s, onde já se viu dar legumes e leguminosas? Isso não lhes faz nada bem. Coitadinhos (de salientar a dose de ironia)

  21. Parabéns à Autarquia. Quanto aos pais ponham-nos sobre vigilância da protecção de menores porque tamanha ignorância é impeditiva de um bom acompanhamento dos seus filhos. Os tribunais deviam punir esses senhores e senhoras e obrigá-los, no mínimo, a frequentar um curso de nutrição.

  22. “lasanha de tofu com cogumelos e cenoura, além de sopa de legumes, salada de alface, milho e beterraba”. Credo isto faz muito mal a saúde. Alimentos ricos em proteínas, fibras, nutrientes, que ajudam a prevenir imensas doenças e que têm um impacto saudável no nosso corpo é horrível! Vamos maze alimentar os nossos filhos com carne, e derivados que são cancerígenos e têm influências negativas no nosso organismo. Isso é que é bom. Vamos alimentar os miúdos com cadáveres invés de com comida saudável pessoal!!!




    Acho ridículo as informações destes país, alimentam os filhos com ‘veneno’ e queixam de de a escola alimentar os filhos com legumes! Ridículo. É completamente absurdo e estes país precisam de ir ao médico. Agem como se este tipo de refeições lhes fizesse mal! Falam de obrigar, pergunto me, quem come na cantina? Quem está a reclamar os pais ou os filhos? Também estão a obrigar os filhos qd dizem que só devem comer carne. Eles não estão a escolher!
    Parem de ser uns mentecaptos e informem se.

  23. É melhor pedir ao McShit que forneça os menus de segunda a sexta, nada como comida processada, cheia de sal, açucar e gordura para ajudar no crescimento de uma criança. Há pais que nitidamente não querem ter filhos saudaveis!

  24. Como é possível as pessoas protestarem por os filhos terem uma alimentação vegetariana???? Deveriam comer 1 por dia e não 1 por mês! Que idiotas! Provavelmente uma costeleta de porco frita com batatas fritas e arroz já seria aprovada! Bora la tornar todos obesos e com diabetes e tensão alta!

  25. Esta “notícia” está um tudo-nada ridícula.
    Então eles são obrigados a comer comida vegetariana?! Como são obrigados a comer carne à segunda e peixe à terça (meramente ao calhas)… Como são obrigados a comer batata frita, ou esparguete, ou salada!!
    É tudo menos jornalismo. É tão somente uma tentativa de influenciar as pessoas a pensar da forma que o Sr jornalista entende que as pessoas devem encarar o vegetarianismo: uma seita que converte os mais desinformados que morrem todos de carências nutricionais……….. Já agora apontem um.
    Ali ninguém obriga ninguém. Só come se quer, como é, de resto, igual, nos outros dias todos da semana.
    De resto… Sim, era bem mais saudável se os pais os levassem a almoçar ao McDonald’s todos os dias……. 😓😒

  26. Sendo eu mãe de uma criança do 1ª ciclo, posso dizer que na escola na reunião geral do inicio do ano foi-nos dado essa informação e não vi qualquer pai/mãe a colocar questões ou a discordar da decisão.

    Não é por uma criança não vegetariana, comer uma refeição vegetariana por mês que vem mal ao mundo.

    Isto é apenas mais uma coisinha que quem quer e gosta de reclamar usa para apontar o dedo a autarquia.

    Por isso quando diz no seu artigo “A contragosto, na esmagadora (para não dizer na totalidade) dos casos” acho que não devia generalizar, talvez sejam mais os de acordo do que os contra.

  27. Que absurdo, espantava me sim, se este alarido todo fosse porque servem fritos ao almoço e de sobremesa gomas, mas provavelmente não se importavam. Legumes têm cálcio, proteína e vitaminas, essa opção de refeição é óptima, onde tem a lasanha que eles já conhecem, mais sopa e mais salada de legumes. Não podiam ter uma refeição melhor. Caros a carne já não tem o b12 que tinha, a taxa de carência de b12 entre o vegan e uma pessoa que consome carne é de 13%. Pais, pensem mais nos fast food que é uma bomba prejudicial à saúde.

  28. Será que esses paizinhos não têm vergonha de virem para os jornais fazer estas figuras? Ignorância máxima! Comer bifes, hambúrgueres e salsichas é que é bom, pelos vistos. Pior é quem os leva a sério.
    Parabéns à autarquia pela decisão.

  29. Titulo sensacionalista, “notícia” idiota. Se estão à espera de resposta da autarquia, se o fizerem é por educação. Já aqui está um testemunho de uma mãe desta escola, que mostra a treta de “notícia” que isto é. Se quiserem fazer um artugo de jeito, façam acerca das milhares de crianças vegetarianas que não puderam comer em cantinas durante décadas, porque uma refeição vegetariana qualquer uma pode comer. Uma coisa é certa, já estão a ser gozados em dezenas de páginas do facebook “à pala” desta “notícia”, na volta conseguiram o que queriam.

  30. Partilhei a notícia pelas gordas, e a decadência do jornalismo em Portugal! Já para não falar da ignorância dos pais/E.E..
    Deveras lamentável, mas como alguns dizem…a ignorância é uma benção (embora neste caso penso que não o seja!)

Deixe uma resposta