Doutrina e cablagem: uma história de sucesso

Opinião

Por um simples acto da Sua vontade, Deus fez o mundo – a partir do nada, pois, no inicio só Ele – eterno – existia. No princípio criou a terra, o céu e a Web Summit e mais tarde lembrou-Se de criar também o Altice Arena, pois arcas de Noé não possuem rede wi-fi para contentar os discípulos. E passados sete dias e sete noites, Deus descansou de toda a obra que tinha feito.
Farto de estar no sossego, disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança e domine sobre os peixes do mar e sobre as aves do céu, sobre o gado e sobre toda a terra. “Ó Deus – indagou o robótico americano David Hanson – não é bom que o Adão esteja só, pá. Far-lhe-ei uma ajudante idónea”. Então o senhor Deus fez cair um sono pesado sobre Adão e este adormeceu, mesmo olvidando a anestesia. Tomou uma das suas costelas e cerrou a carne em seu lugar. E da costela que Deus tomou do homem, o cientista David Hanson juntou circuitos eléctricos, alguma cablagem e muita sucata roubada de um paiol em Tancos, formou a humanóide Sophia e trouxe-a a Adão. E disse Adão: esta é agora osso dos meus ossos e carne da minha carne; esta será chamada mulher, porquanto do homem foi tomada – isto enquanto lhe quitava o software, de forma a que Sophia lhe fornecesse cerveja e pantufas à chegada a casa. E Deus os abençoou e disse-lhes: frutificai, multiplicai-vos e enchei a terra mas tenham cuidado com os curto-circuitos e tal.
Naquele tempo, um grupo de empreendedores reis magos, trajando calças de ganga e t-shirt, ouviram falar de Sophia, nascida em Belém de Judeia no tempo da inteligência artificial, e rumaram ao Parque das Nações. As notícias de que a humanóide arrebataria o emprego aos humanos causaram sobressalto em todo o lado. Menos aos empreendedores de “A Padaria Portuguesa”. Quando chegaram, os reis magos adoraram a Messias e ofereceram-lhe mirra, incenso e uma lata de óleo lubrificante.
E havia naqueles dias muita azáfama e Deus procurou Adão: “Adão, pá! Onde é que tu estás?” E ele disse: “Ouvi a Tua voz soar no jardim, e temi, porque estava nu, e escondi-me.” E Deus disse: “Quem te mostrou que estavas nu? Comeste tu da árvore que te ordenei que não comesses, pá?” Então disse Adão: “A humanóide que me deste por companheira. Eu disse-lhe para ir ao Pingo Doce comprar fruta mas parece que estava fechado. Ela deu-me da árvore e eu comi.” E disse Senhor Deus à humanóide: “Porque fizeste isso?” E disse a mulher: “A serpente enganou-me e o software não previa isto. Acho que fiquei com vírus.”

Deixe uma resposta