ALCOCHETE | Torre da Igreja Matriz vedada após pedra desabar antes de baptizado

92
visualizações

Uma pedra do bordo lateral do topo da torre da Igreja Matriz de Alcochete desmoronou hoje, por volta do meio-dia, provocando sobressalto em algumas pessoas que se encontravam nas imediações e obrigando à vedação da referida zona por razões de segurança.

- Pub -

A pedra, de dimensão significativa – cerca de um metro –, ocupava a parte central do bordo e o impacto da queda deixou marcas visíveis no solo, como se pode comprovar pela imagem abaixo.

 

Ao que o DIÁRIO DA REGIÃO conseguiu apurar, a situação ocorreu pouco antes do início da celebração de uma cerimónia de baptizado, tendo o dispositivo da Protecção Civil da Câmara Municipal e a GNR sido alertados. As entidades delimitaram um perímetro de segurança na área circundante à torre da Igreja, até porque existe o risco de desmoronamento de outras pedras de dimensão considerável.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A Igreja Matriz  foi declarada Monumento Nacional por decreto de 16 de Junho de 1910, localiza-se no Largo de São João e é considerado o monumento mais importante do concelho. Trata-se de “uma construção quatrocentista, claramente associada ao Infante D. Fernando (1433-70), pai de D. Manuel I e Mestre das ordens de Santiago, Avis e Cristo, como se pode comprovar pela presença das cruzes das ordens de Santiago e Cristo inserida e a rematar o gablete do portal principal, respectivamente”, pode ler-se no site da Câmara Municipal de Alcochete.

O edifício foi alvo de intervenções de conservação e restauro, levadas a efeito pela Direcção Geral dos Edifícios e Monumentos Nacionais, na década de 40 do século XX, que provocaram alterações significativas no monumento.

Comentários

- Pub -