ALCOCHETE | Torre da Igreja Matriz vedada após pedra desabar antes de baptizado

Local Últimas B

Uma pedra do bordo lateral do topo da torre da Igreja Matriz de Alcochete desmoronou hoje, por volta do meio-dia, provocando sobressalto em algumas pessoas que se encontravam nas imediações e obrigando à vedação da referida zona por razões de segurança.

A pedra, de dimensão significativa – cerca de um metro –, ocupava a parte central do bordo e o impacto da queda deixou marcas visíveis no solo, como se pode comprovar pela imagem abaixo.

 

Ao que o DIÁRIO DA REGIÃO conseguiu apurar, a situação ocorreu pouco antes do início da celebração de uma cerimónia de baptizado, tendo o dispositivo da Protecção Civil da Câmara Municipal e a GNR sido alertados. As entidades delimitaram um perímetro de segurança na área circundante à torre da Igreja, até porque existe o risco de desmoronamento de outras pedras de dimensão considerável.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A Igreja Matriz  foi declarada Monumento Nacional por decreto de 16 de Junho de 1910, localiza-se no Largo de São João e é considerado o monumento mais importante do concelho. Trata-se de “uma construção quatrocentista, claramente associada ao Infante D. Fernando (1433-70), pai de D. Manuel I e Mestre das ordens de Santiago, Avis e Cristo, como se pode comprovar pela presença das cruzes das ordens de Santiago e Cristo inserida e a rematar o gablete do portal principal, respectivamente”, pode ler-se no site da Câmara Municipal de Alcochete.

O edifício foi alvo de intervenções de conservação e restauro, levadas a efeito pela Direcção Geral dos Edifícios e Monumentos Nacionais, na década de 40 do século XX, que provocaram alterações significativas no monumento.

Deixe uma resposta