Festival de arte inclusiva mostra talento de pessoas com deficiência

Local C Sociedade B

Espectáculo de música, dança e teatro marcou a abertura do XVIII ExpressArte – Encontro de Expressões Artísticas, de promoção do trabalho desenvolvido por instituições junto de pessoas com deficiência

 

O festival, organizado pela APPACDM de Setúbal, com o apoio da Câmara de Setúbal, conta com um conjunto de actividades, a decorrer nos concelhos de Setúbal, Palmela, Moita e Montijo, com a participação de várias associações com intervenção na área da deficiência e grupos de teatro, dança e música, que utilizam as expressões artísticas para fins terapêuticos, de diversão e de inclusão social.

No espectáculo de abertura, realizado na tarde desta segunda-feira, 13, na Associação de Moradores do Casal das Figueiras, em cerca de uma hora e meia, grupos de música, dança e teatro de quase todas as valências da APPACDM de Setúbal mostraram à comunidade o trabalho que desenvolvem ao longo do ano.

Os grupos da Creche Golfinho Azul e dos vários centros de actividades ocupacionais da instituição arrancaram aplausos e sorrisos às perto de três centenas de pessoas, que encheram a sala, entre utentes, familiares, amigos e funcionários da instituição, num evento que marcou também uma mudança no modelo da abertura oficial do ExpressArte.

“A inauguração já teve diversos figurinos, mas esta é, sem dúvida, uma aposta ganha e a melhor forma de começar o festival. Com o espectáculo a realizar-se à tarde e num espaço maior, conseguimos reunir praticamente a totalidade dos utentes de todas as respostas que temos durante o dia”, explicou o presidente da APPACDM de Setúbal, José Salazar, que interveio no final do espetáculo. O objetivo do ExpressArte é “garantir igualdade de oportunidades na participação em actividades artísticas”, ou seja, “assegurar a participação de todos os cidadãos em processos de criação artística e provar que todos podem fazê-lo em condições que os dignifiquem”.

Deste modo, até 7 de Dezembro, cerca de 200 pessoas, entre funcionários, utentes, familiares e amigos da instituição, garantem em iniciativas abertas a toda a comunidade, “muita animação, entusiasmo e criatividade nos palcos e nas exposições patentes na Casa do Largo e no Museu do Trabalho Michel Giacometti”.

Também a chefe da Divisão de Inclusão Social da Câmara de Setúbal, Conceição Loureiro, que interveio num momento inicial do espetáculo, sublinhou a importância do festival por “mostrar, ano após ano, como é bom incluir pela arte e por revelar sempre grandes artistas”.

Antes da inauguração oficial, o XVIII ExpressArte teve um momento inicial de apresentação do programa à comunidade, numa iniciativa que teve lugar sexta-feira à noite, 10, na Casa do Largo – Pousada da Juventude de Setúbal, local onde foi inaugurada, no sábado, 11, a exposição “Cá dos Nossos”, com o tema “Setúbal o nosso Mundo”, composta por trabalhos realizados por funcionários, familiares e amigos da APPACDM, que estará patente até 7 de Dezembro.

O programa prossegue no dia 25, sábado, às 15h, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, com uma Tertúlia de Poesia, com actuações musicais do Vozes de Luz, formação da APPACDM de Setúbal e do Grupo Coral da Associação de Socorros Mútuos Setubalense.

A 29, quarta-feira, entre as 14h30 e as 15h30, no Centro de Actividades Ocupacionais 1 da APPACDM de Setúbal, na Rua Vale de Cerejeiras, haverá animação museológica “Nós trabalhamos com as máquinas!”, em que os utentes reconstituem a cadeia de fabrico de uma antiga oficina de pequenos artefactos metálicos. As inscrições para a iniciativa, destinada à comunidade escolar, devem ser feitas pelo telefone 910 784 385 ou pelo endereço: [email protected].

O Grupo de Teatro “O Puzzle”, da APPACDM de Setúbal, estreia “A Estação” em sessões a 30 de Novembro, às 21h, e 3 de Dezembro, às 15h, no auditório da Escola Secundária Sebastião da Gama. A peça resulta de uma adaptação dos textos “Figurantes” e “Coimbra B”, de Jacinto Lucas Pires e “Gondalim”, de António Torrado.

A festa “Natal com Todos”, que integra o ciclo de tardes interculturais dinamizadas regularmente no Museu do Trabalho Michel Giacometti, realiza-se a 7 de Dezembro, das 10h30 às 16h, e inclui momentos de música, dança e poesia, bem como a inauguração, às 14h00, da exposição “Sou o espelho do meu centro”. A mostra, patente até 20 de Janeiro, é composta por trabalhos executados pelos utentes das diversas valências da APPACDM de Setúbal, que apresentam à comunidade momentos do seu quotidiano e a dinâmica existente em cada valência da instituição.

O XVIII ExpressArte – Encontro de Expressões Artísticas inclui ainda o II Seminário “Inclusão pela Arte”, a 7 de Dezembro, das 18h00 às 21h00, no auditório da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal.

Ao longo das quatro semanas, em que decorre o festival estão também programados, entre outras actividades, um concurso de fotografia, um ciclo de cinema com sessões no Cinema Charlot – Auditório Municipal e diversos workshops e ateliers de expressões artísticas inclusivas nas áreas da dança, do teatro, da fotografia, do graffiti e das artes plásticas.

Deixe uma resposta