Refeições cruas em escolas de Palmela foram mandadas para trás

Local C Últimas

Escolas devolveram ontem comida fornecida crua pela Uniself. Crianças só almoçaram às 14 horas e mal. Pais dizem que alimentação escolar está a degradar-se e acusam a autarquia de passividade

 

Escolas do concelho de Palmela devolveram ontem, quinta-feira (2) as refeições fornecidas pela empresa Uniself, por a comida estar crua, revelou ao DIÁRIO DA REGIÃO o presidente da direcção da Associação de Pais da EB1 Nº 2 de Palmela, que integra o Agrupamento Vertical de Escolas de Palmela.

“Ontem foi o caos completo já que a comida chegou crua às escolas tendo sido remetida para trás”, diz Jorge Duro que é também membro dos órgãos sociais da FERSAP – Federação Regional das Associações de Pais do Distrito de Setúbal e da UAP – União das Associações de Pais do Concelho de Palmela.

De acordo com a mesma fonte, só às 14 horas é que alguns alunos conseguiram comer a sua refeição e “em quantidade insuficiente”.

Jorge Duro acrescenta que a directora do agrupamento escolar fez de imediato uma reclamação aos serviços da Câmara Municipal de Palmela.

A empresa fornecedora é a Uniself, contratada este ano pela autarquia para o fornecimento de refeições escolares em Palmela.

Segundo este responsável, o serviço de alimentação escolar tem vindo a piorar.

“Desde o início deste ano lectivo, temos assistido a uma degradação da alimentação escolar, onde tem sido registadas várias reclamações sobre a qualidade da comida e a sua confecção”, refere Jorge Duro, acrescentando que “como pai, e representante dos pais e encarregados de educação, sinto-me ultrajado com esta situação e com a passividade com que a mesma está a ser tratada pelos serviços da CMP”.

O presidente da associação diz ainda que os pais se sentem enganados, porque têm” tem de pagar as refeições, já para não falar no que pode acontecer com a saúde dos seus filhos”.

O DIÁRIO DA REGIÃO contactou já esta manhã a empresa Uniself e a Câmara de Palmela mas ainda não obteve respostas.

One comment

  1. É responsabilizar também a Dra Idalina da Camara de Palmela, por ter dispensado cozinheiras habilitadas e colocado no lugar delas pessoal não habilitado!
    Responsabilizar também uma tal encarregada da Uniselfe de nome Iola que não entende nada disso!
    Investigue-se!

Deixe uma resposta