Junta de Freguesia de Alcochete sem executivo

Local Últimas C

À terceira não foi de vez. Três tentativas e igual número de expectativas goradas em conseguir que houvesse fumo branco para constituição do novo executivo para a Junta de Freguesia de Alcochete. Para o próximo dia 14, pelas 21h00, está marcada nova reunião, tendo em vista a resolução do impasse.

A CDU foi a força mais votada, elegendo para a presidência do órgão Natacha Patinha, porém sem alcançar maioria absoluta. O resultado obriga a um entendimento com a oposição (PS e coligação CDS/PSD), mas quer a segunda força mais votada (PS) quer a coligação (CDS/PSD) têm rejeitado as propostas até ao momento apresentadas.

A presidente Natacha Patinha começou por propor um executivo composto por quatro elementos da CDU e um da oposição, o que foi prontamente rejeitado pelos elementos do PS e do CDS/PSD. Contrapôs a oposição, através do PS, com uma proposta de um executivo com dois elementos da CDU, dois do PS e um da coligação do CDS/PSD, que não foi aceite pela força mais votada.

Natacha Patinha viria ainda a apresentar uma solução que passava por três elementos da CDU e dois da oposição, proposta também ela recusada por PS e CDS/PSD.

Em causa está quem ficará em maioria no executivo da Junta, ponto de que não abdicam CDU nem a oposição.

Recorde-se que a CDU venceu a eleição para a Junta de Freguesia de Alcochete com 1.839 votos (32,40%), seguindo-se o PS com 1.818 (32,03%) e o CDS/PSD com 1.502 votos (26,42%), o que se traduziu no seguinte número de mandatos para a Assembleia de Freguesia: cinco da CDU, quatro do PS e quatro do CDS/PSD.

Deixe uma resposta