SETÚBAL Escola de Saúde do IPS destaca Acupunctura na festa dos 17 anos

Local C Regional Sociedade B

Curso de Setúbal é única licenciatura nesta área certificada em Portugal. Coordenadores do curso moderam debate, na segunda-feira, sobre terapias alternativas e investigação científica em Acupunctura

A Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Setúbal (ESS/IPS) completa 17 anos na próxima segunda-feira, dia 6 de Novembro, e escolheu a Acupunctura como tema principal do programa de comemorações de aniversário.

A escola propõe o debate sobre terapias não convencionais e a investigação científica em Acupunctura, num encontro com início marcado para as 10 horas.

A sessão de abertura conta com as intervenções do vice-presidente do IPS, João Vinagre, da directora da ESS/IPS, Alice Ruivo. Segue-se o primeiro painel, sob o título ‘Terapias não convencionais – Do percurso regulamentar ao ensino superior’, a cargo de Pedro Ribeiro da Silva, da Direcção Geral de Saúde e ex-presidente do Conselho Consultivo das Terapias não Convencionais.

O segundo tema, ‘Dos fundamentos à investigação científica em Acupunctura’, será apresentado por Larry Ibarra, director e docente do Instituto Europeu de Estudos Tradicionais Chineses.

Os moderadores são os professores Helena Caria e Jorge Maia, coordenadores da nova licenciatura em Acupunctura da ESS/IPS. A Escola Superior de Saúde de Setúbal arrancou neste ano com o primeiro curso de licenciatura certificado em Portugal para formar diplomados nesta técnica milenar chinesa integrada nas terapias não convencionais.

Para o meio-dia está marcada a abertura do bolo de aniversário, seguida de uma tarde lúdica, com a apresentação do Teatro Politécnico do IPS – ‘T.O.U’ ou uma “curta união de cenas absurdas como certos momentos da nossa vida”, em torno de uma banheira “mágica”, uma mesa e três cadeiras – uma visita ao Laboratório de Acupunctura (sala D2-13), pelas 14 horas, e ainda por uma aula de Qi Gong, a partir das 15 horas (sala B1-16).

Deixe uma resposta