Setúbal apresenta-se como cidade educadora na recepção à comunidade educativa

Local Sociedade Sociedade B Últimas C

Maria das Dores Meira realçou aposta da autarquia na promoção do sucesso escolar. A autarca até desafiou os docentes a experimentarem dar uma aula em equipamentos como o Mercado do Livramento ou a embarcação “Maravilha do Sado”

O Cais 3 do Porto de Setúbal acolheu, na passada quinta-feira, à noite, a habitual cerimónia de recepção à comunidade educativa, com Maria das Dores Meira, presidente da Câmara Municipal, a destacar que a autarquia aliou-se “ao desígnio nacional de promoção do sucesso escolar”. A autarca lembrou a criação de condições de reforço do sucesso educativo, através de um conjunto de investimentos e medidas, levadas a efeito pelo município, como a oferta dos livros de actividades feita a todos os alunos do 1º ciclo do ensino básico.

Importante para o reforço do sucesso escolar foi também, sublinhou a edil, as intervenções de fundo que a autarquia realizou em diversos equipamentos municipais, como no Museu do Trabalho Michel Giacometti, na Casa Bocage, na Biblioteca Municipal, no Convento de Jesus e no Museu Sebastião da Gama. O objectivo é tornar estes espaços “mais funcionais e apelativos, para que se constituam como autênticos laboratórios de aprendizagem”, através da acção dos seus serviços educativos.

Maria das Dores Meira garantiu que naqueles e noutros equipamentos municipais os professores “podem encontrar mais uma ferramenta de apoio ao sucesso escolar” e lançou-lhes o desafio: “Caros professores e caras professoras, já alguma vez pensaram em dar uma aula de Matemática, de Estudo do Meio ou de Físico-Química no Mercado do Livramento? E que tal uma aula de Biologia ou de qualquer outra disciplina no rio Sado, a bordo de uma embarcação?”

A embarcação a que a autarca se referiu é a “Maravilha do Sado”, reabilitada pelo município para ser posta ao serviço das escolas, através do projecto “Educar no Mar”, com um programa educativo para professores e alunos dinamizado em parceria com a associação Ocean Alive.

A educação pela arte, em projectos municipais como o Festival de Música de Setúbal, a Festa da Ilustração e o Teatro na Escola, é outra forma, lembrou a autarca, de “dar sentido às aprendizagens e motivar os alunos para o saber”.

Maria das Dores Meira destacou igualmente, ao nível do desporto escolar, o “excelente trabalho” desenvolvido pelo Centro de Formação Desportiva de Actividades Náuticas de Setúbal e pelos clubes parceiros para potenciar o rio Sado como factor de desenvolvimento local, bem como a aprendizagem da natação para os alunos do 3.º ano das freguesias de Azeitão, Sado e Gâmbia, Pontes e Alto da Guerra.

Investimento em 15 estabelecimentos de ensino

Ao mesmo tempo que fez um balanço do programa de requalificação e apetrechamento do parque escolar concelhio, através da construção, ampliação e reabilitação de escolas, a edil assegurou, igualmente, que a autarquia vai continuar a apostar na qualificação do ensino.

Revelou que as candidaturas apresentadas pela autarquia e já aprovadas a financiamentos comunitários, ao abrigo do programa Portugal 2020, permitem a requalificação e o apetrechamento de 15 estabelecimentos de ensino, bem como a implementação de projectos de inovação pedagógica.

“É grande a oferta municipal, como podem constatar. Como cidade educadora que somos, e de que muito nos orgulhamos, é nossa preocupação criar condições de sucesso, de aprendizagem para todos. É com todos que queremos trabalhar, é com todos que contamos para construir o futuro”, vincou.

A cerimónia de recepção à comunidade educativa, sob o lema “Setúbal, Cidade Educadora”, contou ainda com música ambiente a cargo do DJ Pedro Monchike. Ao longo deste momento de convívio entre a comunidade educativa, organizado anualmente pelo município de Setúbal e no qual marcaram presença membros do executivo camarário, presidentes de juntas de freguesia e directores de agrupamentos, o Teatro Animação de Setúbal dinamizou momentos de animação.

Os actores do TAS vestiram a pele de algumas das 12 personagens da exposição “Grandes Vidas Portuguesas”, patente na Casa da Cultura, numa colecção que nasce da parceria entre o Pato Lógico e a Imprensa Nacional – Casa da Moeda.

Várias actividades até Dezembro

Além da cerimónia e da exposição, que pode ser visitada até 15 de Dezembro, o programa de Recepção à Comunidade Educativa inclui diversas actividades a decorrer até Dezembro, entre as quais a semana das comemorações do Dia Internacional das Cidades Educadores, de 27 a 30 de Novembro. Acções de formação para docentes e não docentes, em colaboração com o Pavilhão do Conhecimento – Ciência Viva, uma reunião do Conselho Municipal de Educação, a Semana do Mar, que decorreu de 3 a 8 de Outubro, o lançamento da moeda comemorativa “Desenhar com o futuro” e um conjunto de reuniões, encontros e visitas do executivo camarário às escolas compõem o programa que marca o arranque do ano lectivo 2017-2018.

Deixe uma resposta