Dia Municipal da Igualdade assinalado no distrito

Regional B Últimas C

Conferências, debates, sessões de cinema dominaram a agenda desta terça-feira, 24, e chamaram a atenção para a temática da igualdade, em todo o país

 

Pelo oitavo ano consecutivo, por proposta da comissão organizadora da Agenda Nacional do Dia Municipal para a Igualdade e, sob o lema “Igualdade é Desenvolvimento”, organizações da sociedade civil, autarquias, comunidades escolares e entidades públicas de diferentes pontos do país, realizaram esta terça-feira, 24, em 77 concelhos, mais de 170 iniciativas no território continental e ilhas, com vista a reforçar a temática da Igualdade junto das comunidades locais.

Em Grândola decorreu uma sessão de cinema, com exibição do filme “Billy Elliot”, seguido de debate, no Auditório do Cine Granadeiro. A iniciativa destinou-se a alunos e professores das escolas de Grândola e à população em geral.

Organizado pelo SER – Sines em Rede e CLDS3G Viver + Sines realizou-se uma conferência, intitulada “As competências não têm sexo” para alunos do 2º e 3º ciclo, no ATL A GAIVOTA. A mesma iniciativa teve lugar no Montijo, apoiada pelo Projeto Roda Livre 3G – Contrato Local de Desenvolvimento Social.

No Seixal debateu-se sobre o Plano Municipal para a Igualdade de Género e Oportunidades do Seixal, nos Serviços Centrais da Câmara Municipal do Seixal.

Setúbal juntou-se às comemorações com a iniciativa Poesia da Igualdade, desenvolvida pela SEIES – Sociedade de Estudos e Intervenção em Engenharia Social Iniciativa. No mesmo dia, o Cd’CA – Centro de Cidadania Activa promoveu a 1.ª Reunião Março Mulher 2018 “Repensar a Intervenção para a Igualdade em Setúbal – novos caminhos para o futuro”, sessão aberta ao público em geral. Já na próxima sexta-feira, 27, o Ciclo CINECD’CA organiza o seminário “Porque é que temos poucas mulheres a liderar?”, pelas 15h no Cd’CA – Centro de Cidadania Activa.

Ao longo dos últimos oito anos, a comemoração deste dia envolveu cerca de um milhão de pessoas, três centenas e meia de organizações e cerca de 150 municípios. O objectivo das iniciativas é alertar para a temática da igualdade enquanto promotora de desenvolvimento e cidadania.

Deixe uma resposta