Escola básica em Almada tem dois auxiliares para 260 crianças

Local C Últimas B

EB Emília de Sousa, na Charneca da Caparica, construída em 2013 e com 12 salas de aulas, tem apenas dois dos seis assistentes básicos a trabalhar. PCP questionou ontem o Governo na Assembleia da República sobre a situação

O PCP questionou ontem o Governo sobre a falta de assistentes operacionais na Escola Básica Presidente Maria Emília, na Charneca da Caparica, concelho de Almada, referindo que estão a trabalhar apenas dois dos seis previstos para 260 alunos.

“A escola, com 260 alunos de 1.º ciclo, tem seis assistentes operacionais, das quais quatro estão ausentes do serviço por questões de saúde, sem terem sido substituídas. Do que nos tem sido transmitido pelos pais, não foram colocadas assistentes operacionais para acompanhar os alunos com necessidades educativas especiais”, refere o PCP.

O grupo parlamentar sublinha que as maiores preocupações são a “segurança e vigilância dos alunos”, explicando que as assistentes operacionais em funções estão “sobrecarregadas com trabalho”.

O PCP quer saber se o governo tem conhecimento da situação da escola básica Presidente Maria Emília, que medidas vai tomar e para quando está previsto o reforço de assistentes operacionais no estabelecimento escolar.

A escola localiza-se na Charneca de Caparica, no concelho de Almada, e foi construída em 2013. Está dotada com 12 salas de aula, três salas de pré-escolar, um refeitório, uma biblioteca escolar, sala polivalente, ginásio, sala de professores e gabinetes de trabalho e campo de jogos.

Lusa

Deixe uma resposta