III Jornadas de Música de Câmara atraem mais público este ano

0
3
visualizações

As III Jornadas de Música de Câmara de Setúbal no Fórum Luísa Todi juntaram intérpretes pouco conhecidos e outros com carreiras consolidadas, como Pedro Burmester

 

A fórmula, garantiu o director da sala de espetáculos setubalense, João Pereira Bastos, é para repetir nas próximas edições, nomeadamente graças aos resultados obtidos em termos de captação de público.

- Pub -

As III Jornadas de Música de Câmara de Setúbal decorreram nos dias 10, 11, 12 e 14, com actuações do dueto Irene Lima e João Paulo Santos, a abrir, seguindo-se o Quartetiev, constituído por jovens músicos talentosos, Sofia Marafona, segunda classificada no conceituado Prémio Jovens Músicos, da Antena 2, e no último dia, o pianista Pedro Burmester, que actuou a solo.

“As Jornadas deste ano foram um enorme progresso em relação às edições passadas”, sublinhou João Pereira Bastos, salientando que o cartaz apelativo e heterogéneo quanto à notoriedade dos artistas funcionou como catalisador para atrair mais público a um género musical que tradicionalmente acaba por apelar apenas a um nicho. “Este tipo de música tende a chamar menos público. Nesta edição houve uma agradável surpresa na afluência, com maior ênfase, naturalmente, nos concertos do primeiro e do último dia”, notou o director do Fórum Luísa Todi.

O apoio na divulgação dado pela Antena 2 e a possibilidade de o público poder adquirir um único bilhete colectivo para todos os espetáculos a um preço vantajoso foram outras medidas que acabaram por contribuir para o êxito do evento sadino. Além disso, “convém registar, ao nível local, que esta foi a primeira vez que Pedro Burmester actuou em Setúbal”.

João Pereira Bastos já pensa na edição de 2018 das Jornadas de Música de Câmara de Setúbal, a quarta, e garante que “a fórmula de 2017 resultou plenamente e tem de ser repetida para o ano”.

As Jornadas de Música de Câmara, destinadas a promover obras mais intimistas de grandes compositores da música clássica, são organizadas pela Câmara de Setúbal, e procuram divulgar as carreiras de intérpretes menos conhecidos do público dentro deste género musical. Casos de Sofia Marafona, segunda classificada no Prémio Jovens Músicos, e de Quartetiev, quarteto de cordas de Francisca Brito, Leonardo Guedes, Francisca Feyo e Laura Álvares, igualmente premiado no concurso da Antena 2.

- Pub -

Deixe uma resposta