ALMADA | GNR apanha gang suspeito de “atacar” turistas

Local Últimas Últimas B Últimas C

Investigação durava há dois anos. Três indivíduos foram detidos nas localidades de Amora, Quinta do Conde e Alfarim. Buscas domiciliárias permitiram apreender pertences das vítimas, dinheiro em moeda de diversas nacionalidades e duas viaturas de alta cilindrada

O Núcleo de Investigação Criminal de Almada da GNR deteve, nesta terça-feira, 17, três indivíduos, com idades compreendidas entre os 26 e os 36 anos, nas localidades de Amora, Quinta do Conde e Alfarim, por furtos qualificados e falsificação de documentos.

“No âmbito de um inquérito em investigação há cerca de dois anos, foi possível apurar que os três suspeitos se dedicam exclusivamente à prática reiterada de furtos no interior de veículos, tendo como alvos, maioritariamente, viaturas alugadas por estrangeiros”, explica a GNR em comunicado.

“Para cometerem os ilícitos, deslocavam-se a locais turísticos, parques de estacionamento junto de monumentos nacionais e/ou zonas de praia, fazendo-se transportar em veículos de elevada cilindrada alugados ou em viaturas com matrículas falsas”, revela a GNR, adiantando que os furtos “foram praticados em todo o território nacional, mas com maior incidência na Nazaré, Peniche, Belém/Lisboa, Sintra e Costa de Caparica”. De acordo com a aquela força de autoridade, o grupo tinha como “modus operandi a quebra do vidro” das viaturas alugadas pelos turistas.

A investigação culminou com a realização de “três buscas domiciliárias, onde foram apreendidas diversas malas de viagem pertencentes às vítimas, muitas delas com as identificações dos seus proprietários, dinheiro de várias nacionalidades, designadamente, de Angola, Dinamarca, Turquia, Estados Unidos da América, Reino Unido, Itália, Canadá, República Dominicana, Israel, Croácia, Japão, Escócia, Colômbia, Lituânia, Brasil, Rússia, Chile, Suíça e Polónia”.

No decurso das buscas, a GNR informa que apreendeu ainda “duas viaturas de alta cilindrada; produto estupefaciente (haxixe/liamba); malas de luxo de senhora; relógios; perfumes, óculos de sol; equipamentos informáticos; e telemóveis”.

No decorrer do inquérito, acrescenta a GNR, foi ainda possível recuperar “diversas viaturas furtadas, as quais foram entregues aos seus legítimos proprietários, bem como diverso material que tinha sido furtado nos locais turísticos e que foram devolvidos às vítimas”.

Os detidos, com antecedentes pela prática do mesmo crime, serão presentes esta quarta-feira, ao Tribunal Judicial de Almada.

O material apreendido estará exposto para recolha de imagem até às 17h00 horas de hoje, nas instalações do Destacamento Territorial de Almada – Rua Capitães de Abril – Vale Fetal, Charneca de Caparica, 2815-847 Almada.

Deixe uma resposta