Pedro Santana Lopes com apoios de peso no distrito de Setúbal

Local C Regional Últimas B

Paulo Calado diz que candidatura de Santana Lopes vai ganhar a Rui Rio e vencer as próximas legislativas

A candidatura de Pedro Santana Lopes à liderança do PSD, anunciada esta noite pelo próprio na SIC Noticias, tem já o apoio de um conjunto de destacados dirigentes e militantes social-democratas do distrito de Setúbal, que inclui os presidentes de quatro concelhias do partido e diversos vereadores eleitos recentemente.

Entre as quase duas dezenas de pessoas que manifestam publicamente apoio a Santana Lopes estão os nomes de Paulo Mateus Calado, histórico militante de Setúbal que está a liderar o apoio ao antigo primeiro-ministro, Nuno Carvalho, presidente da concelhia de Setúbal, Miguel Salvado, do PSD Almada, Luís Batista do PSD Alcochete e Carlos Vitorino, da concelhia de Palmela e irmão do líder distrital, Bruno Vitorino.

Numa nota enviada ao DIÁRIO DA REGIÃO, o grupo de apoiantes diz que “Pedro Santana Lopes, que foi presidente do PSD e primeiro-ministro de Portugal, é uma personalidade muito admirada e acarinhada pelos militantes do PSD no distrito de Setúbal” e recorda que ainda “recentemente esteve no jantar de encerramento da campanha eleitoral do PSD em Setúbal, que reuniu mais de 400 pessoas”.

Na mesma nota, os apoiantes referem que “Santana Lopes recolhe já o apoio declarado de vários líderes concelhios, membros dos órgãos distritais do partido, bem como de diversos autarcas em Setúbal”.

As eleições directas no PSD estão marcadas para dia 13 de Janeiro e, além de Santanas Lopes, está também na corrida Rui Rio, antigo autarca do Porto que tem marcada para hoje a apresentação da sua candidatura à liderança.

Os apoiantes de Santana Lopes no distrito de Setúbal dizem que o debate interno sobre a liderança do partido “é um momento de profunda reflexão sobre o futuro do País e sobre o papel do PSD na construção de uma verdadeira alternativa à atual governação” e que “Pedro Santana Lopes é a única personalidade com condições de unir o PSD e motivar as bases para os importantes combates que se aproximam”.

Os apoiantes que acordaram declarar já o apoio são Paulo Mateus Calado (recentemente candidato à Assembleia Municipal e anterior vereador na Câmara Municipal de Setúbal), Nuno Carvalho (eleito vereador na Câmara de Setúbal e presidente do PSD Setúbal), Miguel Salvado (vereador na Câmara de Almada e presidente do PSD Almada), Paulo Ribeiro (vereador na Câmara de Palmela), Luís Nascimento (eleito vereador na Câmara da Moita), Pedro Louro (vereador na Câmara de Alcochete), Lucília Ferra (antiga líder da distrital do PSD de Setúbal e deputada), José Rosário (presidente do Secretariado Distrital dos Trabalhadores Sociais Democratas), António Alves (antigo presidente do Banco Alimentar de Setúbal e deputado), Joaquim Mendes Dias (dirigente nacional da UGT), José Henrique Cardoso (fundador do PSD no Montijo, anterior vereador na Câmara do Montijo), Carlos Vitorino (presidente do PSD Palmela), Luiz Batista (presidente do PSD Alcochete) e Fernanda Velez (sindicalista).

PAULO CALADO: “Claro que Santana Lopes pode vencer Rui Rio”

O movimento de apoio à candidatura de Santana Lopes no distrito está a ser liderado por Paulo Mateus Calado, que diz estar confiante numa vitória, não apenas interna mas também nas eleições legislativas.

“Esta é uma candidatura para unir o PSD e para ganhar as próximas legislativas”, afirma. Questionado se acha que Santana Lopes pode vencer Rui Rio, o apoiante dispara um pronto “claro que pode!”.

Paulo Calado sublinha que a lista de apoiantes agora revelada “não é exaustiva nem fechada”, mas apenas um primeiro grupo de pessoas que “de forma espontânea, sabendo da minha proximidade com Santana Lopes, quiseram já manifestar o seu apoio”. Mateus Calado garante que “há muitas outras pessoas, trata-se do apoio a uma lista nacional, muito forte, que é ganhadora” e que esta primeira lista “é reveladora de que há um apoio bastante expressivo à candidatura de Pedro Santana Lopes”.

Quanto ao facto de o presidente da distrital de Setúbal não ter revelado ainda quem apoia, Paulo Calado diz que “isto não tem a ver com órgãos, mas com pessoas”.

Presidente da distrital em silêncio

Até ao momento o presidente da distrital do PSD não revelou ainda publicamente quem vai apoiar nestas eleições internas.
Bruno Vitorino, que foi apoiante de Pedro Passos Coelho, não deve apoiar Santana Lopes, mas pode não dar também o seu apoio a Rui Rio. Vitorino é próximo de Pedro Duarte, antigo líder da JSD que não deverá ser (ainda) candidato à liderança nacional.
O DIÁRIO DA REGIÃO tentou ouvir o presidente da distrital mas até ao fecho desta edição não foi possível.

One comment

Deixe uma resposta