“Indisponibilidade da frota” volta a causar perturbações na Soflusa

Local C Últimas C

A Soflusa, empresa responsável pela ligação fluvial entre o Barreiro e Lisboa, anunciou que não vai conseguir assegurar a totalidade das carreiras entre os dias 9 e 13 de Outubro, por “indisponibilidade da frota”.

“A empresa está a desenvolver todos os esforços para repor a normalidade das carreiras, aguardando que o navio ‘Damião de Góis’ regresse do estaleiro e retome o serviço público”, refere a Soflusa, em comunicado.

No documento, o conselho de administração “lamenta o incómodo que esta situação causa aos seus passageiros”.

A 3 de Outubro, os sindicatos e comissões de utentes tinham-se reunido com o secretário de estado do Ambiente para discutir a situação do transporte fluvial no rio Tejo, referindo que os problemas na Transtejo e Soflusa “se têm vindo a agravar”.

Na altura, Carlos Costa, da Federação de Sindicatos de Transportes e Comunicações (Fectrans), em declarações à Lusa, disse que não tinha ficado satisfeito com a reunião, porque queria a frota operacional, mas que tinha ficado “aliviado”, uma vez que o “secretário de Estado informou que está a ser preparado um plano, que já está em estado avançado, para a renovação da frota”.

Deixe uma resposta