SETÚBAL | Passos Coelho inteira-se sobre potencial do Sado a bordo de traineira

Local Últimas

As potencialidades do rio e as propostas defendidas pelo candidato do PSD, Nuno Carvalho, foram os temas abordados durante um passeio pelo rio

Pedro Passos Coelho veio a Setúbal, esta segunda-feira à tarde, para aprofundar o conhecimento sobre as potencialidades do Rio Sado, através de um passeio de traineira, e inteirar-se sobre as propostas do cabeça-de-lista social-democrata à Câmara de Setúbal, Nuno Carvalho.

Depois de ter sido recebido por uma comitiva do partido junto à lota dos pescadores, Pedro Passos Coelho subiu à embarcação de pesca, onde o empresário e candidato do PSD Nuno Carvalho caracterizou os edifícios históricos, falou sobre a lota, a pesca, o porto e as praias. A bordo da traineira foi possível observar o potencial paisagístico do Parque e da Praia de Albarquel, do Castelo e da Serra da Arrábida.

Em ambiente descontraído, Nuno Carvalho apresentou ao presidente do PSD algumas ideias que podem vir a melhorar o Rio Sado e a cidade de Setúbal, do ponto de vista turístico. Nuno Carvalho considerou que a aposta turística tem de englobar a Baía do Sado, a Baixa de Setúbal e a Serra da Arrábida. Deu exemplos muito específicos de como se pode fazer melhorias sem necessidade de investimentos de grande monta, como a construção de pontões, melhores acessos para a entrada de barcos de recreio, aumentar o areal das Praias da Saúde e de Albarquel e proceder à limpeza do rio nessa zona.

Para o cabeça-de-lista do PSD, a Câmara Municipal não realiza este tipo de obras, mas “não é por falta de meios, não é por falta de dinheiro, é por falta de visão estratégica”. No caso do aumento dos areais referidos, Nuno Carvalho considera que a Câmara Municipal tem de procurar uma parceria de maior articulação com a Administração dos Portos de Setúbal e de Sesimbra, já que está a ser feito um aumento da profundidade do rio, sendo esta uma oportunidade para transferência de areias.

De uma forma geral, Nuno Carvalho pretende implementar medidas que tornem a beira-mar mais apelativa e com actividades mais competitivas, já que, sublinhou, a “Baía do Sado é a mais bonita do mundo”.

No final da visita, ainda a bordo da embarcação, Passos Coelho considerou que o potencial do Rio Sado e da cidade de Setúbal está “subaproveitado”. Segundo o ex-primeiro-ministro, deveria haver uma gestão que trouxesse mais pessoas à zona e que a explorasse do ponto de vista sócio-económico, “sem pôr em causa o equilíbrio ambiental”.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe uma resposta