MONTIJO | Cabeças-de-lista à Câmara debatem saúde no Jardim da Casa Mora

2
36
visualizações

O Jardim da Casa Mora recebe amanhã, 7, a partir das 21h00, um debate entre os cabeças-de-lista dos vários partidos à Câmara Municipal do Montijo sobre a temática da saúde no concelho

A iniciativa, promovida pelo grupo da página do Facebook “Montijo – sem censura e com cultura” administrado por Miguel Dias, vai contar com a participação de apenas cinco dos sete candidatos à presidência da autarquia. Nuno Canta (PS) declinou o convite por questões de agenda, sendo que a organização não obteve resposta do PCTP/MRPP, confirmou Miguel Dias ao DIÁRIO DA REGIÃO.

- Pub -

“O formato será o normal nestas situações, aliás muito inspirado no debate entre os candidatos à Câmara levado a cabo pelo DIÁRIO DA REGIÃO e Rádio Popular, no Cinema Teatro Joaquim d’Almeida. Uma ronda inicial onde os cabeças-de-lista falarão das suas propostas na área da Saúde. Algumas perguntas lançadas pelo moderador, com tempo limitado de resposta. Participações do público que queira intervir, inquirindo os candidatos. E uma declaração final de cada um dos presentes, que poderá ter um carácter mais generalista”, explicou Miguel Dias.

A grande novidade, segundo o administrador do grupo, “prende-se com a presença de um painel de dois especialistas, na área da saúde e na área do urbanismo, que ajudarão no esclarecimento e viabilidade de questões mais técnicas que possam ser abordadas”. Ana Raposo Marques, médica, e Alexandre Berardo, arquitecto, são os dois nomes que participarão na iniciativa.

O objectivo da organização é permitir que “a população fique com uma visão mais clara sobre o que é defendido na área da Saúde pelas várias forças políticas a sufrágio nas próximas eleições autárquicas de 1 de Outubro” e, ao mesmo tempo, “munir o eleitorado do conhecimento técnico suficiente para avaliar cada uma das propostas”.

Durante o debate, adiantou Miguel Dias, irá “proceder-se a uma recolha de donativos que pretende cobrar os custos inerentes à utilização do espaço, sendo que a verba sobrante será distribuída, em partes iguais, pelas Associações Humanitárias de Bombeiros Voluntários de Canha e do Montijo”.

Comentários

- Pub -