‘Chama da Solidariedade’ arranca no Seixal e vai passar por todo o distrito

Local B Regional Sociedade B Últimas C

Depois do Seixal, seguem-se os concelhos de Almada, Palmela, Santiago do Cacém, Sines, Alcácer do Sal, Grândola, Barreiro, Moita, Alcochete, Montijo, Sesimbra e Setúbal

Ao longo deste mês e até Junho de 2018, todos os concelhos do Distrito de Setúbal vão receber a “Chama da Solidariedade”, iniciativa que visa promover os valores que unem as diferentes instituições de carácter solidário do País. O concelho do Seixal será o primeiro da região a receber a “Chama da Solidariedade”, já na próxima sexta-feira, 8, numa cerimónia que terá lugar a partir das 15h00, no Parque Urbano das Paivas.

“Trata-se do símbolo da Festa da Solidariedade, iniciativa realizada pela primeira vez em 2007, com o objectivo de propagar os valores que unem as diferentes instituições de solidariedade do país. A “Chama da Solidariedade” representa a paixão de pessoas e instituições que têm como missão diária o bem-estar do outro”, revela a Câmara Municipal do Seixal.

A iniciativa, ao longo de quase um ano, irá passar por todos os concelhos do distrito. “O seu percurso começa no Seixal, no dia 8 de Setembro, onde a ‘Chama da Solidariedade’ ficará até dia 10 de Outubro, data em que será entregue ao município de Almada. Segue depois para Palmela, Santiago do Cacém, Sines, Alcácer do Sal, Grândola, Barreiro, Moita, Alcochete, Montijo, Sesimbra e Setúbal”, adianta a autarquia seixalense.

A viagem pela região culmina com a realização da Festa da Solidariedade, a 8 de Junho de 2018, com a “Chama da Solidariedade” a ser entregue a outra zona do País.

A iniciativa é organizada pela Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade e pela União Distrital das Instituições Particulares de Solidariedade Social de Setúbal com o apoio dos municípios do distrito.

Deixe uma resposta