Bombeiros Mistos de Santiago do Cacém ganham duas viaturas

Local C Sociedade

Os Bombeiros Mistos de Santiago do Cacém batizaram, no último sábado, uma nova ambulância e um jipe de comando para apoio à corporação. A cerimónia realizou-se no Parque de Feiras e Exposições de Santiago do Cacém.

Helga Nobre

É o resultado de uma campanha de angariação de fundos, levada a cabo por um grupo de bombeiros, junto da população que culminou com a aquisição de um jipe de comando.

Este grupo conseguiu arranjar um segundo veículo de comando para responder às necessidades e com esta ajuda a associação não gastou um cêntimo. A viatura não é nova mas está em muito bom estado. Conseguimos um bom preço no mercado e com os donativos vamos conseguir equipar mais este meio operacional”, explicou o comandante da corporação Carlos Agostinho

A campanha resultou numa verba de cerca de seis mil euros que serviu para adquirir uma segunda viatura de comando que Carlos Agostinho garante fazer “muita falta” tendo em conta as solicitações constantes para “outras zonas do país”. “Um jipe de comando é insuficiente para as carências que temos”, adiantou.

A viatura de comando foi batizada com o nome ‘Mário Violante’, em memória do sub-chefe que faleceu no passado mês de julho, vitima de acidente com uma ambulância no IC33. Na cerimónia, esteve presente Márcia Violante, filha do sub-chefe e madrinha da viatura.

Os bombeiros aproveitaram também para batizar uma nova ambulância, cujo padrinho é o presidente da União de Freguesias de Santiago, Santa Cruz e S. Bartolomeu, resultado de uma parceria com as Juntas de Freguesia de Santiago do Cacém, Abela e São Francisco da Serra.

Visivelmente emocionado, o comandante dos Bombeiros Mistos de Santiago do Cacém adiantou que, na sequência do acidente do passado mês de julho, a corporação ficou sem uma das viaturas que “tanta falta faz à corporação”.

A ambulância, adquirida em segunda mão, vai custar cerca de 70 mil euros, depois de toda equipada, adiantou Carlos Agostinho. “Precisamos de ambulâncias e depois da fatalidade do passado mês de julho com a perda de um homem e de uma ambulância (…) a muito custo conseguimos adquirir esta ambulância graças ao apoio destas juntas de freguesia e aos resultados do restaurante durante a Feira Agrícola”, acrescentou.

As duas viaturas vão entrar, de imediato, ao serviço da corporação dos Bombeiros Mistos de Santiago do Cacém.

Deixe uma resposta