55ª Festa das Vindimas anima Palmela até terça-feira

Local C Últimas Últimas B

Cerimónia solene de inauguração contou com o corte simbólico da uva pela Rainha das Vindimas, momentos musicais e o tradicional cortejo da comitiva aos pavilhões institucionais do certame

 

A 55ª Festa das Vindimas abriu oficialmente esta quinta-feira, 31, e vai estender-se até 5 de Setembro, representando um momento alto de celebração da cultura e do vinho, provenientes da vila histórica. O evento de inauguração decorreu nos Paços do Concelho, Largo do Município, em Palmela e teve início com a actuação dos Funparra, fanfarra criada em 2006.

Álvaro Amaro, presidente da Câmara de Palmela começou por referir que “o objectivo dos produtores é fazer a melhor de todas as edições, de todos os cortejos e perpetuar o ritual de amor à terra”, saudando assim, os seus antecessores, que em 1963 lançaram a ideia de fazer uma festa das vindimas. O autarca referiu ainda que as vindimas confirmam uma boa colheita. “Partimos com a notícia de que as vindimas começaram mais cedo devido às altas temperaturas, que conduziu à maturação precoce dos cachos. Teremos mais uvas e de grande qualidade, ou seja, será confirmada a excelência dos nossos vinhos numa justa recompensa da mãe-natureza aos nossos produtores”.

Para Anabela Claro Rito, presidente da Direcção da Associação das Festas das Vindimas, trata-se de uma edição especial, uma vez que este ano se comemoram “os 110 anos da região demarcada do Moscatel de Setúbal, esse néctar-rei da festa, que nos acompanha em tantos momentos das nossas vidas”.

Além disso, a presidente apresentou o vinho “Eu Piso”, que na sua óptica representa “mais do que um vinho, resultando do trabalho das pessoas que quiseram ter a experiência de pisar as uvas”.

Após os discursos oficiais, a rainha da festa procedeu ao corte simbólico da uva, precedida de uma performance da companhia DançArte.

 

Deixe uma resposta