Um novo hospital para o Montijo, já

Op Autárquicas 2017 Opinião
Joao Afonso

Joao Afonso

Candidato à presidência da Câmara Municipal de Montijo
PSD/CDS-PP
Muito Mais Montijo
Joao Afonso

Latest posts by Joao Afonso (see all)

Sobre o tema do Hospital do Montijo impõe-se esclarecer o seguinte:
O actual Presidente de Câmara prometeu, no seu programa eleitoral, reforçar os serviços do actual Hospital de Montijo e construir um novo Centro de Saúde, mas não se verificou nem uma coisa nem outra. O Hospital de Montijo definha prestando um serviço de saúde muito insuficiente e relativamente ao novo Centro de Saúde, nada !
Por sua vez, as Câmaras da CDU no Distrito de Setúbal preferem discutir com a Administração Regional de Saúde e Governo as competências de cada uma em lugar de aproveitar os fundos comunitários ao seu dispor e construir novas unidades de saúde ao serviço das populações.
A título de exemplo as Câmaras e Hospitais a Norte do Tejo, apresentaram, até hoje, no âmbito do fundos comunitário 2020, mais de 40 milhões de Euros em projectos para construir e equipar várias unidades de saúde, simultaneamente, no Distrito de Setúbal foram apresentados projectos em valor inferior a 4 milhões. Estes são os factos !
A Câmara social democrata de Mafra apresentou nos últimos meses duas candidaturas aos fundos comunitários para construir duas unidades de saúde. Essas duas unidades serão 50% pagas por fundos comunitários, 25% pelo Ministério da Saúde e 25 % pela Câmara. Por sua vez, a Câmara socialista de Sintra já acordou com o Ministério da Saúde construir um novo Hospital sendo que a Câmara pagará uma parte significativa desse investimento. São estes alguns dos bons exemplos a seguir !
Enquanto isso, a Câmara de Montijo e as restantes Câmaras da CDU nada fazem preferindo apostar na retórica politico-partidária e atirar as responsabilidades e culpas para outros. E relativamente ao Hospital do Montijo, tanto a CDU como o PS defendem o actual modelo em que o Barreiro decide que cuidados de saúde poderão ter, ou não ter, os montijenses.
Poderia continuar com estes bons exemplos de outras autarquias que efectivamente defendem o direito inalienável dos cidadãos a um serviço de saúde de qualidade mas neste momento impõe-se dizer o seguinte:
Se os montijenses confiarem na coligação Muito Mais Montijo (PSD/CDS-PP) para governar a Câmara será construído pela Câmara um Novo Hospital que garantirá aos montijenes a maioria das suas necessidades de saúde.
Se os montijenses concordarem com o actual serviço de saúde prestado pelo Centro Hospitalar Barreiro-Montijo deverão apostar nas candidaturas da CDU e do PS. A escolha é simples e clara.

3 comments

  1. Caro Dr. João Afonso: o “Hospital” da Misericordia de Vila do Conde por si apresentado como modelo a seguir, trata-se de uma clínica privada. E fácil comprova-lo. Essa Clínica PRIVADA, tanto quanto se percebe no vídeo da sua visita, foi suportado apenas pela Misericórdia dessa cidade, não com dinheiros públicos camarários. Sem desprimor pelos seus profissionais, os serviços lá prestados não terão assim tanta excelência. Também será fácil de provar. Basta ver o seu vídeo, consultar o site e fazer uns telefonemas. Mas o melhor mesmo será ir lá…
    Dizer que o Centro Hospitalar Barreiro/Montijo esta muito longe de satisfazer os montijenses, parece-me injusto: muitos conterrâneos nossos tem sido lá bem tratados e muitas vidas salvas. Muitos tem lá nascido.
    Uma Clínica Privada no Montijo suportadas por dinheiros públicos? Para servir as classes mais favorecidas? Não obrigado!
    Exemplos a Norte do Tejo? São meros projectos sujeitos a aprovação baseada em estudos credíveis. Tem algum estudo dessa natureza para o Montijo? Onde esta? O caso de Sintra? Sim e suportado em parte pela respectiva Câmara Municipal, mas fará parte da rede do SNS, o que não me parece ser o caso da sua proposta.
    Com o devido respeito, penso que não devemos ser demagógicos com um tema tão sério.

  2. Quando vejo um político local a defender o bem para a população que representa, isso deixa-me feliz. Quando percebo que esse político representa os mesmos partidos que queriam fechar o hospital do Montijo quando estavam no governo, isso preocupa-me.

    Como é q

    1. Como é que um partido político pode pedir querer fechar e manter aberto o mesmo hospital em tão pouco espaço de tempo?

      Talvez o candidato queira explicar o que o fez mudar de ideias. Quais os indicadores contextuais que se alteram? Que visão nova é esta que o impele a fazer tal proposta?

Deixe uma resposta