Avioneta mata homem e menina em praia na Caparica [actualizada]

Local Últimas Últimas C

Vítimas mortais tinham 56 e 8 anos de idade. A ocorrência provocou ainda ferimentos ligeiros num braço de uma adolescente

Um homem, 56 anos, e uma menina, de 8, morreram ontem à tarde na Praia de S. João na Costa de Caparica, Almada, ao serem atingidos por uma avioneta que aterrou de emergência naquela zona balnear. As vítimas mortais não tinham ligação de parentesco. A ocorrência provocou ainda ferimentos numa adolescente, com cerca de 15 anos.

“Houve uma adolescente atingida ligeiramente, num braço, que foi conduzida para o hospital”, confirmou Paulo Isabel, comandante da Polícia Marítima de Lisboa, em declarações à RTP3.

O aparelho terá atingido primeiro o homem e só depois a menina, que terá sofrido o embate de uma das asas da aeronave.

Segundo o Comandante da Polícia Marítima, a aterragem terá sido feita de emergência. “A aeronave começou a aproximar-se muito lentamente do solo e não se ouvia qualquer ruído, a planar, de acordo com o relato de algumas testemunhas”, disse Paulo Isabel.

Os dois pilotos, acrescentou ainda, saíram ilesos da ocorrência e foram conduzidos de imediato para o posto da Polícia Marítima para “serem ouvidos”. Serão presentes a tribunal esta quinta-feira.

Ao saírem do aparelho, os pilotos (instrutor e instruendo) foram alvo de tentativa de agressão por parte de alguns banhistas, que ficaram revoltados com a situação.

A avioneta acidentada é do Aeroclube de Torres Vedras e estaria cedida à escola de aviação da G Air Training Center de Ponte de Sor. O aparelho havia, porém, partido da zona de Cascais, onde a escola também opera.

Ao local acorreram 19 operacionais, quatro ambulâncias, uma viatura de apoio e elementos da Polícia Marítima, tendo sido ainda contactado o Centro de Busca e Salvamento Aéreo.

Antes, já o porta-voz da Autoridade Marítima Nacional (AMN), Pedro Coelho Dias, havia confirmado a tragédia.

“Temos a confirmação que duas pessoas que foram colhidas pela avioneta e morreram no local. As vítimas são um homem e uma criança, de oito anos, do sexo feminino”, disse então o comandante Pedro Coelho Dias.

Deixe uma resposta