PSD de Setúbal apresenta “candidatura de causas” [VÍDEO]

Local Últimas B video

Nuno de Carvalho, cabeça-de-lista, diz que não mede o resultado eleitoral pelo número de mandatos, mas pelas causas. As principais são o IMI, a deslocalização da Feira de Sant’Iago e a mobilidade

O PSD de Setúbal apresentou os cabeças-de-lista aos órgãos autárquicos do concelho de Setúbal numa candidatura que Nuno Carvalho, número um na lista à Câmara Municipal, diz ser de causas.

“Tenho sido questionado sobre o que é um bom resultado em números de eleitos, mas não é isso que interessa, o objectivo do PSD é ganhar causas”, disse Nuno de Carvalho, apontando como prioridades a redução da taxa de Imposto Municipal Imobiliário (IMI) e introdução do IMI Familiar, e a mudança da Feira de Sant’Iago das Manteigadas para a beira-rio.

O candidato laranja à Câmara de Setúbal diz que o PSD/Setúbal, de que é presidente, “Há anos” que tem vindo a “concentrar-se em causas”, e dá o exemplo do estacionamento pago, em que a petição pública lançada pelo partido “conseguiu impedir o aumento de mil [lugares] para cinco mil”, do IMI, em que foi também o partido que promoveu uma petição que recolheu mais de 5 mil assinaturas, e a ideia de a Feira de Sant’Iago passar a ser organizada na cidade, à beira do rio Sado.

Nuno Carvalho revelou que o programa eleitoral da candidatura assenta em “três eixos fundamentais”; a redução do IMI, mais emprego e melhor mobilidade no concelho.

“A cidade tem sido gerida de forma diferente daquilo que as pessoas querem”, afirmou o cabeça-de-lista, sublinhando que as listas do partido é constituída de pessoas “efectivamente de Setúbal, que cá estão há muito tempo” e que vão “continuar a estar, mesmo após 1 de Outubro, para ganhar estas causas”.

Paulo Calado duro para a CDU

A apresentação da candidatura social-democrata decorreu quinta-feira ao final da tarde, na sede da Associação de Comércio e Serviços, com a sala cheia.

O discurso mais duro para a maioria CDU que governa o município foi o de Paulo Mateus Calado, cabeça-de-lista à Assembleia Municipal. “O poder corrompe e o poder absoluto corrompe absolutamente. Está é uma frase muito conhecida e é o que se passa em Setúbal nos últimos anos.”, afirmou.

Deputado municipal há duas décadas, Paulo Calado elogiou o “excelente trabalho” de Nuno Carvalho, com quem o PSD “tem encabeçado” a luta politica em Setúbal com “bandeiras respeitáveis” . O candidato destacou o estacionamento e o IMI e assegurou que “a solução” para a feira voltar à cidade “existe”.

Paulo Calado criticou o “excesso de taxas e impostos”, acrescentou que o PSD tem uma “estratégia de futuro” e que busca nestas eleições “o melhor resultado possível”.

O mandatário da candidatura é Fernando Negrão, antigo ministro e candidato do PSD que conseguiu até agora o melhor resultado autárquico do partido no concelho.

Depois de ter sido eleito vereador, em 2005, Fernando Negrão acabou por afastar-se da cidade. “A vida afastou-me de Setúbal, fiquei com muita pena de não ter cá ficado, foi o sítio a que me custou mais voltar as costas”, disse.

Passados mais de 10 anos, conclui que “não é verdade que Setúbal esteja melhor”. O mandatário diz que “Setúbal está abaixo da meio da tabela [nacional] em qualidade de vida” ou “apoio social” e que, perante estes problemas, o que o PCP faz é “alindar” rotundas.

“Já toda a gente percebeu que o PCP não tem futuro. É preciso perceber-se isso em setúbal”, afirmou Fernando Negrão, explicando que o que o PSD quer para o município é “desenvolvimento e solidariedade”. O antigo ministro lembra que no ranking do apoio social, o município “número um é Cascais, uma Câmara do PSD” e diz que “isso não acontece por acaso”, mas porque o partido prossegue a social-democracia.

Antes destas intervenções, foram apresentados os cabeças-de-lista às cinco assembleias de freguesia do concelho.

 

Os candidatos às freguesias

Paulo Pisco – Freguesia de S. Sebastião

Ricardo Pereira – União de Freguesias de Setúbal

Ana Castanheira – União de Freguesias de Azeitão

Pedro Vietas Antunes – Freguesia de Gambia, Pontes e Alto da Guerra

Alexandre Teles  – Freguesia do Sado

 

Deixe uma resposta