Promoção da cultura timorense no Museu do Trabalho Michel Giacometti, em Setúbal

Sociedade C

No âmbito do ciclo Tardes Interculturais, o museu acolhe a actividade Haksolok Ho Timor, que inclui várias iniciativas de divulgação da cultura e arte de Timor-Leste

A actividade Haksolok Ho Timor, inserida no ciclo Tardes Interculturais, promovido pela Câmara Municipal de Setúbal, irá decorrer no dia 8 de Julho, no Museu do Trabalho Michel Giacometti. Com início às 15h00, inclui um conjunto de iniciativas de promoção e divulgação da cultura timorense, tal como a inauguração da exposição “Tribos”, de Samuel Malaia, com desenhos representativos de tribos africanas.
No evento constam contos e poesia timorense pelo artista Zé Camarada, uma mostra de artesanato e ainda música de Timor e da lusofonia a cargo do professor António Ribeiro e de alunos do Instituto Musical Mozart. Isto tudo com o alto patrocínio da Embaixada de Timor-Leste em Lisboa.
Para as 16h00, está marcada a inauguração da exposição “Tribos”, composta por mais de duas dezenas de gravuras a tinta-da-china e esferográfica, concebidas pelo artista setubalense Samuel Malaia. Os desenhos, que representam as tribos africanas Himba, Mucumbai, Mursi, Masai, Mumuhuila, Mangbetu, Hamar, Sambaru, Dassanach, Fulani e Nyangaton, foram elaborados a partir das referências fotográficas de Eric Lafforgue, Jan Schegel, John Kenny, Dori Caspi, Mário Marino e Mário Gerth. Estarão expostos no museu até dia 17 de Setembro, com entrada livre.
As actividades de dia 8, no Museu do Trabalho, terminam com a apresentação do livro de poesia “Um Velho na Praia”, da autoria de Rui Manuel Cuca, com ilustrações de Samuel Malaia, o mesmo artista da exposição.

Deixe uma resposta