Personalidades e entidades do concelho homenageadas no Dia da Cidade do Barreiro [FOTOS]

Local B Últimas C

O Barreiro comemorou, a 28 de Junho, o 33º aniversário de elevação a Cidade. Hastear das Bandeiras, nos Paços do Concelho, a Cerimónia “Barreiro Reconhecido”, e o Concerto com a Banda da Armada, no Parque da Cidade, foram os momentos altos das comemorações.

Na Cerimónia Barreiro Reconhecido, foram homenageadas entidades e individualidades com percursos relevantes e de grande impacto na vida e projecção da comunidade.

A Baía do Tejo, criada em 2009, foi um dos condecorados da noite, sendo recordada a importância dos seus 800 hectares de territórios espalhados pelo país, dos quais mais de 300 hectares são no Barreiro.

“A Baía do Tejo é um imenso território repleto de história e histórias, que nasceu industrial e se tornou empresarial. O presente tem mostrado a tendência para a abertura à cidade, à comunidade e ao mundo”, refere o texto lido na cerimónia.

O documento acrescenta que a Baía do Tejo é um polo de fixação de empresas, com um ambiente propicio ao desenvolvimento de novas tecnologias, factores potenciadores da diagnosticada necessidade de revitalização económica, com a consequente, necessária e desejada criação de emprego.

“À visão, materializada em plano de urbanização, para requalificação do território e zona envolvente, junta-se o esforço de resolução do passivo ambiental há muito encetado. Neste particular, o Terminal de Contentores do Barreiro, que se projecta instalar nos seus terrenos, pode vir a ser um grande contributo”, acrescenta o documento, enaltecendo o dinamismo da Baía do Tejo e tudo o que representa.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Carlos Humberto, presidente da Câmara do Barreiro, agradeceu aos homenageados “em nome do Barreiro, o contributo que nos têm dado. O Barreiro continua a necessitar de vós, o Barreiro continua a necessitar de todos nós”.

Na sua intervenção, salientou que “o Barreiro tem estratégia, tem projectos, propõe, dialoga, combate, luta e constrói caminhos para os alcançar. É assim que fazemos todos os dias para que se concretizem os projectos necessários ao desenvolvimento da nossa terra, da nossa região, do nosso País”.

O autarca falou sobre projectos e acções como a ampliação da actividade portuária no Barreiro com a construção do Terminal Multimodal de Contentores, do Porto de Lisboa no Barreiro, na localização proposta pela Câmara; a construção da Terceira Travessia do Tejo com funções Rodoferroviárias ou as novas ligações viárias transversais a outros concelhos da Península de Setúbal.

“Hoje será a minha última intervenção pública como Presidente da Câmara, num Dia da Cidade. O Povo é quem mais ordena. Foi e é um lema, um conceito que me acompanha na presidência da Câmara Municipal do Barreiro e na vida. Quero agradecer ao povo do Barreiro ter-me dado a honra de o representar, de trabalhar em seu nome. De trabalhar em prol do nosso Barreiro e de toda a sua população”, referiu.

“Finalmente, agradeço a todos vós, ao povo do Barreiro, porque são a razão da existência do Poder Local. Porque são a razão destes 12 anos como Presidente da Câmara Municipal do Barreiro. Muito obrigado”, concluiu.

 

Homenageados com Galardão Barreiro Reconhecido foram:

– CULTURA, DESPORTO, EDUCAÇÃO E CIÊNCIA – Paulo Fonseca

– ASSOCIATIVISMO, INTERVENÇÃO SOCIAL E MULTICULTURALIDADE – Sociedade Filarmónica Agrícola Lavradiense

– LUTA PELA LIBERDADE, DEMOCRACIA E CIDADANIA – Armando Teixeira

– TRABALHO E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO – Baía do Tejo e Octávio Ribeiro

Na Cerimónia Barreiro Reconhecido foram também entregues as Medalhas de Bons Serviços e Dedicação aos Bombeiros que completaram 40 anos de serviço, nas corporações do Barreiro. Os Bombeiros Voluntários homenageados, pertencentes à Corporação Sul e Sueste do Barreiro, são Caetano José de Sousa Beja, 2º Comandante, Luís José Silva Costa Alferes, Subchefe, e Luís Filipe Nunes, Subchefe.

 

Deixe uma resposta