Movimento Independente acredita que pode vencer eleições autárquicas em Palmela

Local C Últimas B

José Calado,  presidente dos Bombeiros de Pinhal Novo, diz que ideia era retirar maioria absoluta à CDU, mas que agora já acredita que pode ganhar. Apresentação juntou uma
centena de pessoas, incluindo figuras da terra como Ismael Baltasar e Alberto Ferro

O Movimento Independente pela Mudança (MIM) acredita que pode vencer as eleições autárquicas, diz José Calado, cabeça-de-lista à Câmara e mentor do movimento.
“Inicialmente o meu objectivo era, apenas, retirar a maioria absoluta à CDU, mas, com os apoios que tenho recebido, julgo que tenho algumas possibilidades de vencer”, afirmou à agência Lusa José Calado, na tarde de sexta-feira, e repetiu à noite, perante a assistência que encheu o auditório do Kartódromo Internacional de Palmela (KIP).
Empresário do sector imobiliário, actual presidente dos Bombeiros Voluntários do Pinhal Novo e vice-presidente do Clube Desportivo Pinhalnovense, José Calado, de 59 anos, diz candidatar-se para “combater a estagnação do concelho na última década e promover o desenvolvimento económico do município”.
Embora sem qualquer actividade político-partidária até agora, José Calado acredita que é conhecido de grande parte da população, graças ao seu percurso de vida ao serviço do movimento associativo, designadamente, no Rancho Folclórico dos Olhos de Água, Associação Hípica de Palmela, Festas Populares de Pinhal Novo, direcção dos Bombeiros Voluntários de Pinhal Novo e direcção do Clube Desportivo Pinhalnovense.
Entre a centena de pessoas presentes na cerimónia de apresentação da candidatura do MIM estiveram algumas figuras conhecidas, tanto de Palmela como de Pinhal Novo. O empresário João dos Potes, proprietário do KIP e Ismael Baltasar, antigo presidente do Clube Desportivo Pinhalnovense e dos Bombeiros de Pinhal Novo – Ismael Baltasar, de 89 anos, acabou até por falar publicamente -, foram alguns dos presentes. Outros, mais próximos da CDU, foram Alberto Ferro, antigo vereador na Câmara de Palmela, e Mário Dolores, secretário da Assembleia de Freguesia de Quinta do Anjo, que, ao fim de dois mandatos como independente eleito pelo CDU, decidiu abandonar a política por estar “farto”.
Mário Dolores acabou por “ser confrontado pelo aparecimento deste movimento” que o “alegra muito”, e é o candidato do MIM à Freguesia de Quinta do Anjo.
O movimento apresentou já os cabeças-de-lista (ver caixa) a todos os órgãos autárquicos do concelho de Palmela, mas ainda não tem todas as assinaturas necessárias à formalização da candidatura.
Questionado pelo DIÁRIO DA REGIÃO, José Calado disse que ainda não estão reunidas todas as assinaturas, mas assegurou que “faltam poucas” e que serão conseguidas “nos próximos 15 dias”. A recolha de assinaturas passou pelas Festas Populares de Pinhal Novo, onde o MIM teve um stand.
A CDU, que governa o município de Palmela com maioria absoluta desde as primeiras eleições autárquicas após a revolução de Abril, tem actualmente um total de cinco eleitos no executivo camarário, o PS tem três e a coligação PSD/ CDS-PP apenas um vereador.

Candidatos do MIM

Luísa Paulino
(Assembleia Municipal), 51 anos, advogada
Mário Baltasar
(Freguesia de Palmela), 49 anos, psicólogo, bombeiro e ex-empresário
Paulo Costa
(Freguesia de Pinhal Novo), 37 anos, adjunto do Comando dos Bombeiros de Pinhal Novo
e vice-presidente do Clube Motard de Pinhal Novo
José Francisco
(União de Freguesias de Poceirão e Marateca), conhecido membro de várias colectividades
e organizações no Poceirão
Mário Dolores
(Freguesia de Quinta do Anjo), 50 anos, serralheiro civil, autarca independente pela CDU, secretário da Assembleia de Freguesia.
DIÁRIO DA REGIÃO com Lusa

Deixe uma resposta