PIMEL 2017 quer ser a montra do que é a “tradição” de Alcácer do Sal

Local C Últimas

A 27ª edição da PIMEL – Feira do Turismo e das Actividades Económicas, entre 23 e 25 de Junho, no Parque de Feiras e Exposições de Alcácer do Sal, vai contar com a presença de 120 expositores espalhados pelo recinto exterior, pavilhão da feira e área agrícola, anunciou  a Câmara de Alcácer do Sal, em conferencia de imprensa

 

A autarquia, que organiza há dois anos o certame em conjunto com a Associação dos Agricultores e a Caixa Agrícola de Alcácer do Sal e Montemor-o-Novo, diz que o número de expositores aumentou consideravelmente nos últimos anos.

“De 2013 até à edição deste ano passou de oitenta para 120 expositores e isto deve-se à dinâmica do certame. As pessoas estão a perceber que a Câmara está a investir imenso na feira e, apesar de não ter ainda as condições perfeitas, é uma área de negócio também importante. O ano passado houve áreas de negócio de dezenas de milhares de euros”, adiantou Vítor Proença, presidente da Câmara Municipal de Alcácer do Sal que não quis divulgar o orçamento da feira. “É um pouco mais elevado do que no ano passado”, afirmou.

A parceria com a Associação de Agricultores de Alcácer do Sal permitiu o reforço da componente agrícola e animal na feira com a renovação da área de exposição de bovinos, ovinos e caprinos e a entrada de novos produtores, assim como a realização de colóquios dedicados ao setor.

Este ano, em debate, vai estar a agricultura inteligente “e uma nova realidade que existe no nosso concelho que é fundamentalmente florestal”, sublinhou o presidente da AAAS, Francisco Vacas.

“Vai ser a PIMEL mais participada de todas, desde o cartaz, ao programa já que corresponde à dinâmica que Alcácer do Sal está a ter neste momento”, sublinhou o autarca que anunciou alterações no recinto da feira.

“Quem entra pelo lado poente vai encontrar uma grande oferta de expositores de máquinas agrícolas e há melhorias nas acessibilidades que só no próximo mandato poderão ser concretizados”, acrescentou.

‘Sentir Alcácer’ é o tema da PIMEL 2017. “A grande matriz da feira são as gentes de Alcácer do Sal. A feira é a montra do que é nosso e da tradição de Alcácer do Sal”, destacou o edil.

O certame vai contar com uma programação diversificada e com artistas de renome nacional, como é o caso de Fábia Rebordão e Virgul (dia 23 de junho) Tony Carreira, no sábado, 24 de junho e os D.A.M.A, no último dia do evento (25 de junho).

Um cartaz que vai chamar muitos visitantes à feira, adianta o autarca que espera uma grande enchente. “O programa musical é muito forte, a entrada é gratuita e o número de visitantes tem vindo a subir nos últimos anos, por isso esperamos bater todos os recordes”, garantiu.

Este ano, os produtos endógenos e a gastronomia vão ser os reis do evento que procura ser uma montra do que de melhor tem o concelho de Alcácer do Sal. Além dos showcooks, ao longo dos três dias da feira, não vão faltar colóquios, atuações dos grupos musicais do concelho, concurso de mel e uma corrida de touros na Praça João Núncio.

O cartel já está fechado e vai contar com o cavaleiro António Ribeiro Telles, assim como os forcados de Évora e Montemor-o- Novo, que estiveram no encontro com os jornalistas.

A abertura oficial da Feira realiza-se este ano, no dia 23, pelas 18h00, e vai contar com a presença dos embaixadores do Alentejo Silvia Rizzo e João Catarré.

Deixe uma resposta