Setúbal assinala Dia das Baías com embarcação a hastear Bandeira Azul

Local Sociedade Sociedade B Últimas C

“O Esperança” integra o lote de cinco embarcações que ostentam pela primeira vez o galardão europeu. Espectáculo de flyboard ainda será cumprido em data a anunciar

O hastear, pela primeira vez, da Bandeira Azul a bordo de uma embarcação de ecoturismo foi um dos pontos altos das comemorações do Dia Mundial dos Oceanos e do Dia das Baías levadas a efeito em Setúbal. “O Esperança”, veleiro catamarã de 23 metros da Vertigem Azul, operadora turística com actividade no Estuário do Sado e Baía de Setúbal, passou a integrar, desde a última quinta-feira, o grupo das cinco embarcações que ostentam pela primeira vez, em Portugal, a Bandeira Azul.

As celebrações, porém, arrancaram antes com alunos alunos de duas turmas do ensino básico do Agrupamento de Escolas Sebastião da Gama a encetarem uma acção de limpeza da Praia da Comenda. “Duas biólogas do projecto ambiental Ocean Alive ajudaram na recolha do lixo e complementaram a acção com informações pedagógicas junto das crianças”, revela a Câmara Municipal, que preside actualmente ao Clube das Mais Belas Baías do Mundo e que, em parceria com a Associação Baía de Setúbal, foi responsável pelo programa comemorativo.

O galardão internacional, atribuído pela ABAE – Associação Bandeira Azul da Europa, recorda a autarquia, “distingue boas práticas ambientais, segurança de passageiros e consciencialização dos visitantes para a necessidade de protecção do ambiente marinho e costeiro”.

À noite, um espectáculo de flyboard no Sado “não teve as condições técnicas ideais e contratualizadas no âmbito na demonstração”, situação a que o edilidade sadina se diz alheio.
“Problemas impediram que os riders, equipados com fatos com iluminação led e que se impulsionam acima do nível do leito do rio com recurso a potentes mochilas de jacto de água, proporcionassem a actuação prevista perante o muito público que procurou assistir ao espectáculo a partir da Avenida José Mourinho”, explica a autarquia, acrescentando que “as contingências técnicas registadas revelaram-se inultrapassáveis”.

Assim, a empresa responsável assumiu a responsabilidade e vai repetir a actuação no rio Sado “em data a anunciar oportunamente”.

Na zona da Praia da Saúde, cerca de seis mil pessoas assistiram a um espectáculo de música de Jorge Nice, que encerrou as comemorações do Dia das Baías.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe uma resposta