Nova ‘Rodoviária’ de Setúbal vai nascer junto à estação dos comboios

Local C Últimas

Estação intermodal, a financiar pelo PEDU, vai ter espaço para 14 autocarros, estacionamento subterrâneo para 117 carros, bilheteiras e outras áreas de apoio. Ideia é passar os autocarros de longo curso da Av. 5 de Outubro para perto da estação ferroviária

A Câmara de Setúbal vai construir uma nova estação rodoviária junto à estação dos comboios da Praça do Brasil, para deslocalizar a chegada e partida das carreiras expresso – de longo curso – da actual estação da Av. 5 de Outubro.

A nova Estação Intermodal de Setúbal, que junta as componentes ferroviária e rodoviária, vai ter lugar para albergar 14 autocarros e será dotada de um parque de estacionamento subterrâneo, para 117 carros, bilheteiras, casas de banho e outras áreas de apoio.

O investimento será financiado pelo PEDU – Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano de Setúbal, na componente relativa à Mobilidade Urbana Sustentável, através de uma candidatura apresentada pelo município sadino.

O terreno para a obra é o do actual parque de estacionamento existente entre a estação e a rotunda do final da Avenida da Portela, em frente ao Colégio de Santa Ana. O local pertence ao domínio público ferroviário, mas a Câmara de Setúbal aprovou já, na última reunião pública do executivo, a celebração de um contrato de subconcessão, com a Infraestruturas de Portugal Património, por um período de 50 anos.

A autarquia entende que a localização do terminal rodoviário na Avenida 5 de Outubro, acarreta “todas as desvantagens de se localizar no centro histórico da cidade, distante dos outros meios de transporte existentes, nomeadamente o ferroviário e o fluvial, não simplificando, na grande maioria das situações, a mobilidade dos utentes até ao seu destino final”, e que a circulação dos autocarros expresso pelo centro da cidade provoca problemas de trânsito e “danos ambientais que poderão ser minimizados com a deslocalização daquele serviço”.

Segundo a deliberação camarária aprovada, entretanto será lançado o “futuro procedimento de concurso público para construção, gestão e exploração da estação intermodal rodoviária, do parque de estacionamento e da zona para a instalação de bilheteiras de apoio”.

A Câmara refere que o estudo que encomendou, à empresa TIS.pt – Consultores em Transportes, Inovação e Sistemas, sobre a viabilidade económico-financeira da concessão do parque de estacionamento subterrâneo e do terminal rodoviário associados ao terminal ferroviário, conclui que, além de permitir um retorno financeiro positivo, a construção da nova estação pode ser analisada numa “perspectiva económico-social”, tendo em conta “os benefícios gerados pelo projecto e sentidos pela sociedade em geral ou pela economia da cidade de Setúbal em particular”.

4 comments

  1. Boa ideia mas, assim se gasta dinheiro estupidamente, fizeram obras ah uns anos nesse parque, alcatrao novo etc, o alcatrao que gastaram nesse parque alcatroavam as ruas em brejos de azeitao que estao uma vergonha enfim paga contribuinte paga….

  2. Uma grande mais valia para a nossa linda cidade, um grande agradecimento a nossa querida presidente pela grande mudanca positiva na nossa cidade

Deixe uma resposta