Celebridades juntam-se pela reciclagem no Barreiro

Sociedade Sociedade B

Helena Coelho, Iva Lamarão, Lenka, Olívia Ortiz e Vanessa Martins são algumas das celebridades que irão estar no Barreiro, no âmbito do Amarsul Eco Fashion, uma iniciativa realizada pela Amarsul, em parceria com a Câmara Municipal do Barreiro.

Terá lugar no dia 27 de Maio, pelas 21h00, nas Oficinas da EMEF, e tem entrada livre.

O Amarsul Eco Fashion é um evento que promove e alia reciclagem à moda, e irá confirmar porque continua a ser uma referência a nível nacional, tendo em 2016 obtido uma Menção Honrosa nos Prémios de Comunicação – Meios & Publicidade, na categoria Ambiente & Energia.

Para desenhar as colecções foi escolhida Alexandra Moura e 6 novos designers: Cristina Neves (Assistente de Valentim Quaresma), Mafalda Maçaroco (Assistente de Olga Noronha), Marta Lee (Designer na Levi’s Portugal), Madalena Silva, Mónica Gonçalves (Designer Grigi/Pelcor) e Teresa Samissone (Samissone), apresentaram as suas propostas desenvolvidas, a partir de materiais reciclados.

No desfile das colecções estarão muitas figuras conhecidas do grande público. O evento terá outros apontamentos artísticos, com destaque para a DJ Rita Mendes e o Grupo de Hip Hop “Dance Coolture”, do Barreiro.

O Amarsul Eco Fashion é um evento eclético, que reúne estilos diversos, na moda, na música, passando pela história, mas todos com um denominador comum, apresentar novas formas de pensamento, de arte, de como Reciclar está na Moda, consciencializando para a prevenção de resíduos, refere a AMARSUL.

A Amarsul é o Sistema Multimunicipal de Valorização e Tratamento de Resíduos Sólidos da Margem Sul do Tejo que abrange os municípios de Alcochete, Almada, Barreiro, Moita, Montijo, Palmela, Seixal, Sesimbra e Setúbal, servindo cerca de 800.000 pessoas.

Possui três Ecoparques em Palmela, Seixal e Setúbal, sete Ecocentros, uma Eco Transferência, uma Central de Compostagem, uma Central de Valorização Orgânica, dois Sistemas de Aproveitamento Energético de Biogás e uma rede de mais de 3000 Ecopontos.

4 comments

  1. A existência de uma empresa como a Amarsul é vergonhoso. Toda a população abrangida pela área de influência desta empresa municipal, paga mensalmente uma taxa para esta empresa ( basta consumir água) e ao mesmo tempo, essa mesma população, fornece gratuitamente a matéria prima a esta empresa. É um roubo à população, é corrupção destes municípios responsáveis pela gestão da empresa, é uma vergonha.

  2. Absolutamente verdade!!!!! Já não basta pagar um valor mensal de água astronómico, até parece que tenho uma piscina em casa, como pagar um valor mensal agregado à factura de água, de resíduos sólidos quando sou eu a ir colocar no ecoponto aquilo de que a Amarsul necessita. Pago duas vezes. Quando na verdade deveria ser a Amarsul a pagar-me os resíduos que coloco no ecoponto. É assim que se faz nos países desenvolvidos. Levo a latinha e eles dão uns cêntimos.

Deixe uma resposta