Barreiro homenageou Soldados da Paz do concelho

Local Últimas C

No Dia Municipal do Bombeiro, o município homenageou os Soldados da Paz. A cerimónia de atribuição de condecorações, realizada no largo do Mercado 1º de Maio, foi o ponto alto das comemorações. Seguiu-se o desfile de viaturas dos Bombeiros Voluntários do Barreiro – Corpo de Salvação Pública e dos Bombeiros Voluntários do Sul e Sueste pelo centro da cidade.

Na cerimónia, o Comandante dos Bombeiros Voluntários do Sul e Sueste, Acácio Coelho, considerou este dia “especial em que orgulhosamente mostramos toda a capacidade e disponibilidade para servir os outros, em formação continua, instrução operacional, em socorro da população em situações de emergência, no combate a acidentes urbanos e industriais e em incêndios florestais, sempre em prejuízo da vida familiar e profissional, acumulando emprego com o voluntariado e obrigando a desenvolver um código ético e moral”.

Destacou a formação contínua de todos os bombeiros. “Os comandos e as direcções das duas corporações do Barreiro apostaram na formação contínua dos seus elementos capacitados nas diversas áreas operacionais para bem servir a população Barreirense”.

Para o futuro, segundo Acácio Coelho, tem sido realizada uma “revolução tranquila que vai continuar, com novos métodos, novas tecnologias e mais conhecimento”. Contudo enfrentam novos desafios. “Temos de estar preparados para fazer parte integrante dos pilares do ordenamento dos territórios”.

“Um dia de reconhecimento e agradecimento a homens e mulheres que, diariamente, constituem uma força de socorro que ocorre a diversas ocorrências”, foi assim que o Comandante dos Bombeiros Voluntários do Barreiro – Corpo de Salvação Pública, José Figueiredo, iniciou a sua intervenção.

Salientou a disponibilidade dos bombeiros para enfrentar os desafios que lhes são colocados. “Estes homens e mulheres que todos os dias se fardam e põem ao dispor da população o seu tempo livre, arriscando as suas vidas, merecem ser reconhecidos”.

Agradeceu publicamente a todos os bombeiros e bombeiras e seus familiares pelo “sacrifício em permitir que os entes queridos sejam parte integrante da solução do sucesso das operações de socorro”.

Novos projectos podem, futuramente, vir a alterar os fluxos de trânsito e, para isso, “é essencial um investimento na área de socorro que tem de ser concertado com as várias entidades”.

Lamentou, ainda, o facto de não existirem garantias por parte das companhias de seguro para a totalidade do pagamento hospitalar, em caso de acidente grave. Uma situação que, na sua opinião, “deverá ser ultrapassada”.

Carlos Humberto presidiu pela última vez a cerimónia

Por seu lado, o presidente da CMB, Carlos Humberto, destacou ‘a honra e o prazer’ de, pela última vez, presidir a esta Cerimónia como Presidente da Câmara do Barreiro, fazendo uma retrospectiva dos seus três mandatos.

“Fomos assistindo à construção, dinamização, formação, qualificação das duas corporações dos Bombeiros e dos seus elementos”. Saudou as corporações, as associações, o corpo activo e o comando porque “têm feito um caminho de qualificação, de formação e de mais conhecimento”, disse.

Na sua opinião, “é indispensável os critérios éticos e morais na intervenção política e de cidadania”. Valores presentes no trabalho de todos os Bombeiros. “Vocês fizeram o vosso caminho mantendo estes princípios e isso é motivo de honra e satisfação”.

Ao longo dos anos, “temos contado com a intervenção e a cooperação das duas corporações e seus dirigentes, com o Serviço Municipal de Protecção Civil e a Câmara Municipal do Barreiro”.

Carlos Humberto considera importante a tomada de medidas sustentáveis que sejam possíveis de concretizar. “Hoje a vida é mais exigente a todos os níveis e por isso é preciso ter em conta vários aspectos e é preciso pensar quais as consequências das decisões que tomamos. Foi o que fizemos ao longo de todos os anos”.

Na ocasião, o Presidente entregou, simbolicamente, aos dois comandantes das duas corporações de bombeiros dois rádios de comunicações próprias, para funcionar em atmosferas explosivas.

Este ano, o Município atribuiu 10 condecorações pelos anos de serviço aos bombeiros das duas corporações.

Deixe uma resposta