Acordo para a construção do novo Centro de Saúde de Corroios assinado terça-feira

Local Últimas B Últimas C

O acordo para a construção do novo Centro de Saúde de Corroios, no Seixal, vai ser assinado na terça-feira, com o equipamento substituir o actual centro que funciona num prédio de habitação, sem condições para os utentes.

“O novo equipamento virá substituir o existente, que funciona num prédio de habitação com três andares sem elevador, o que coloca grandes dificuldades à mobilidade dos utentes, sobretudo às pessoas idosas e com mobilidade reduzida”, refere a autarquia em comunicado.

A autarquia salienta ainda que para os profissionais, o actual espaço também traz vários problemas, referindo que não existem condições para receber novos médicos de forma a corresponder às necessidades da população sem médico de família.

“Trata-se de um grande passo, que permitirá colmatar uma necessidade que há muito a população e a autarquia vêm reivindicando, só possível pela persistência das autarquias, da comissão de utentes e da população, que em conjunto têm mostrado junto do Governo a falta de condições em que os cerca de 50 mil habitantes da freguesia de Corroios são atendidos”, salienta.

No acordo que vai ser assinado, a autarquia do Seixal compromete-se a ceder, gratuitamente, em regime de direito de superfície e pelo período de 50 anos, prorrogáveis, à Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, I.P (ARSLVT), a parcela do terreno necessária para instalação da Unidade de Saúde de Corroios.

A ARSLVT compromete-se a elaborar o programa funcional e a construir e a instalar a Unidade de Saúde de Corroios, financiando os encargos com a empreitada para a sua concretização.

A Câmara Municipal do Seixal tem ainda como obrigação a concretização dos espaços públicos envolventes ao edificado e assegurar a respectiva manutenção, bem como as ligações de água, esgotos, electricidade e telefone do edificado.

A assinatura tem lugar no terreno já cedido pela autarquia para o efeito e conta com a presença  do secretário de Estado da Saúde, Manuel Delgado, do presidente da Câmara Municipal do Seixal, Joaquim Santos, e da presidente do conselho directivo da Administração Regional de Saúde da Região de Lisboa e Vale do Tejo, Rosa de Matos.

Deixe uma resposta